Partilhar

Como saber se o hímen foi rompido

 
Por Ana Ferraz. Atualizado: 2 abril 2019
Como saber se o hímen foi rompido

O hímen é uma das partes do corpo feminino que tradicionalmente e até os dias de hoje está rodeada de mitos e suposições, muitos deles completamente falsos. E algumas das questões que mais geram controvérsia envolvem o hímen rompido. O hímen se rompe ao ter a primeira relação sexual? Ele pode ser rompido de outra forma? Dói quando ele é rompido? Há sangramento? Hímen rompido significa perder a virgindade? E como saber se o hímen foi rompido? Neste artigo do umCOMO explicamos as respostas dessas perguntas e comentamos outros mitos e verdades sobre o hímen rompido.

Também lhe pode interessar: Como saber se tenho o hímen imperfurado

O que é hímen

Antes de saber mais sobre o hímen rompido, te explicaremos o que é hímen e onde fica o hímen. O hímen é uma membrana muito fina que fecha o orifício superficial da vagina e que separa o canal vaginal da vulva.

Essa membrana está presente no corpo das mulheres desde o nascimento, sendo uma parte da anatomia feminina, mas não desempenha nenhuma função biológica especial ou específica.

Antigamente se acreditava que o hímen poderia servir para proteger a vagina de bactérias que pudessem causar infecções, função que agora se sabe que é exercida pelos pêlos pubianos.

O hímen apresenta umas aberturas pelas quais passa o fluxo menstrual, no entanto, tanto o seu formato como tamanho podem variar consideravelmente de uma mulher para outra.

Tipos de hímen

Entre os diferentes formatos que podem ter o hímen se destacam os seguintes:

  • Hímen anular: tipo de hímen mais comum, apresenta um orifício no centro, de formato de anel, e, ao seu redor, há uma membrana que costuma a ter uma largura semelhante.
  • Hímen septado: este tipo de hímen conta com uma pele no meio do furo, o que o torna mais resistente que o anterior.
  • Hímen complacente: por ser mais flexível que os dois anteriores, esse hímen pode demorar mais para ser rompido.
  • Hímen cribiforme: esse tipo de hímen conta com vários pequenos orifícios pelos quais a menstruação passa e, por isso, acaba sendo mais resistente que os anteriores.
  • Hímen imperfurado: o tipo mais resistente de todos, o hímen imperfurado também é o mais incomum. Em casos nos quais o hímen é desse tipo, ele se encontra totalmente fechado, sem orifícios, cobrindo por completo a abertura vaginal. Ele pode causar problemas nas mulheres a partir da primeira menstruação já que, por não contar com buracos, não deixa o fluxo menstrual ser expelido do organismo. Esse tipo de hímen deve ser retirado através de um procedimento cirúrgico simples.

Para saber mais sobre esse último tipo de hímen, confira o artigo: Como saber se tenho o hímen imperfurado.

Hímen rompido: quando acontece

Geralmente, a ideia de hímen rompido se relaciona com a primeira relação sexual. É dela que se origina a teoria de que o hímen se rompe com a penetração e que, por isso, a mulher sofre com sangramento após relação. Com isso, ter o hímen também significaria perder a virgindade.

No entanto, esse pensamento é um mito cheio de erros e equívocos. O hímen pode ser rompido durante a primeira relação sexual e causar um pequeno sangramento, mas isso não deve ser levado como um indicativo de perda de virgindade por uma série de motivos.

O primeiro deles é que o hímen pode não chegar a ser rompido durante o sexo devido a sua grande elasticidade. Já uma outra razão é que algumas mulheres nascem sem hímen.

Além disso, o hímen rompido pode acontecer em várias outras ocasiões anteriores à primeira relação sexual que não geram o sangramento, a dor ou o desconforto presenciados por muitas na "primeira vez".

Assim, em seguida te detalharemos algumas das circunstâncias nas quais a mulher pode apresentar o hímen rompido de maneira espontânea:

  • Relações sexuais: durante o sexo o hímen pode se romper, mesmo que em alguns casos ele possa se regenerar devido a sua elasticidade, como comentamos anteriormente. Além disso, é importante ressaltar que depois da primeira relação sexual, a dor e o sangramento produzidos nem sempre estão associados com a ruptura do hímen. Esses fatores podem ser também uma consequência de uma penetração brusca do pênis ou de uma falta de lubrificação da vagina, o que pode provocar com que o tecido vaginal se lesione e sangre.
  • Masturbação: mesmo que introduzir um dedo na vagina não vá causar a ruptura do hímen, se são utilizados brinquedos sexuais, como vibradores, de maneira brusca, é possível que essa membrana tão fina e sensível acabe sendo perfurada.
  • Atividades físicas: atividades que causem uma tensão na área vaginal, como montar a cavalo ou andar de bicicleta ou moto, podem resultar em um hímen rompido.
  • Pancada da região: receber uma pancada ou um golpe muito forte na região da virilha também pode resultar no hímen rompido.
  • Uso de absorventes íntimos: o hímen também pode se romper devido à introdução de absorventes íntimos internos durante as menstruações. Então para a "pergunta ob tira hímen?" a resposta é: sim, é possível.

Leia também: Como saber se minha vagina é normal

Como saber se rompeu o hímen

Mas como saber se o hímen foi rompido? Se essa pergunta já passou pela sua cabeça você mesmo pode tentar respondê-la explorando mais a área do corpo.

Para fazer isso, primeiro fique de frente para um espelho, se colocando deitada ou sentada em alguma superfície como uma cama, um sofá ou uma cadeira para que você possa abrir bem suas pernas. Depois disso, separe os lábios vaginais com os dedos e observe toda a região, localizando seu orifício vaginal, no qual você poderá encontrar essa membrana fina em caso que ela ainda não tiver sido rompida.

Além disso, para saber se o hímen ainda está intacto, você pode tentar apalpá-lo, lembrando sempre de ter cuidado já que a região é sensível. Para isso, introduza um dedo na vagina e, se ao fazer isso o dedo consegue deslizar sem dor ou incômodos, isso quer dizer que você tem um hímen rompido.

Porém se ao tentar introduzir os dedos você sente dor ou desconforto, é possível que o hímen continue intacto.

De todas as formas, o importante é que você leve em consideração que o hímen é algo sensível e que se você tiver outras dúvidas sobre o assunto não deixe de consultar um ginecologista.

Por último, é essencial repetir que o hímen é apenas mais uma parte do corpo feminino e que seu rompimento não significa que a mulher não é mais virgem, já que a virgindade se mantém até que ocorra a primeira relação sexual.

Como explicamos também, nem todas as mulheres tem o hímen rompido durante a primeira relação sexual com penetração por que algumas não nascem com a membrana e em outras o hímen ou se rompeu por outros motivos ou ainda continua intacto graças a sua elasticidade.

Também pode lhe interessar: Quais são as partes da vagina?

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como saber se o hímen foi rompido, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Bibliografia
  • BERNARDES, António. Anatomia cirúrgica do aparelho genital feminino. Manual de Ginecologia. Permanyer Portugal, 2011. Disponível em: <http://www.fspog.com/fotos/editor2/cap_01.pdf/>. Acesso em 1 abril de 2019.

Escrever comentário sobre Como saber se o hímen foi rompido

O que lhe pareceu o artigo?

Como saber se o hímen foi rompido
Como saber se o hímen foi rompido

Voltar ao topo da página