Partilhar
Partilhar em:

Como saber se tenho tendinite no pulso

Como saber se tenho tendinite no pulso

A tendinite pode se definir como uma inflamação nos tendões, ou seja, naquelas estruturas do nosso corpo que são responsáveis por unir os músculos com os ossos. Este inchaço pode afetar todas as áreas dos tendões do nosso corpo, embora esta inflamação seja mais frequente no pulso, entre outras zonas. No entanto, quando ocorre no pulso pode ser difícil de detetar, pois pode ser confundida com uma entorse. É por isso que, neste artigo do umCOMO vamos lhe explicar como saber se tem tendinite no pulso, mostrando os diferentes sintomas e causas para a saber detetar.

Também lhe pode interessar: Remédios naturais para a tendinite

Principais sintomas de tendinite no pulso

A tendinite no punho trata-se de um processo onde os tendões podem sofrer uma inflamação aguda ou crônica que se pode estender por toda a parte anterior do pulso. Esta inflamação é muito comum em desportistas como os tenistas, uma vez que utilizam o pulso para fazer uma grande variedade de movimentos e, ao ser uma zona pouco protegida, os tendões acabam por se inflamar seja por um uso excessivo ou por fazer movimentos pouco adequados.

Por vezes a dor que se sofre durante a tendinite é muito parecido à que se sofre com uma entorse. Estes são os principais sintomas de tendinite no punho:

  • Dor aguda em toda a zona da mão que pode chegar a outras zonas próximas como o cotovelo e inclusive, por vezes até no ombro. A dor da tendinite é mais aguda durante a noite.
  • Aumente da sensibilidade e inchaço nos tendões e por toda a zona afetada.
  • A dor e o mal-estar intensifica-se quando se tenta fazer algum movimento leve com o pulso ou segurar na mão qualquer objeto.
  • Quando tentamos flexionar ou dobrar esta zona ouve-se estalar.

Causas da tendinite no pulso

Além de saber quais são os sintomas, também é importante conhecer as causas mais comuns que causam uma tendinite nesta articulação, entre as quais encontramos as seguintes:

  • Sobrecarga muscular: é a mais comum de todas e acontece quando se utiliza de forma excessiva as articulações do pulso. No caso dos desportistas, também se costuma sofrer de uma sobrecarga devido a uma técnica incorreta.
  • Lesões ou micro-traumatismos: os tendões inflamam quando fazemos movimentos demasiado fortes ou bruscos de forma repetida ao longo do tempo, o que faz com que nos lesionemos de forma frequente.
  • Estrutura debilitada dos tendões: acontece com o passar dos anos. A estrutura fibrosa dos tendões debilita-se, pelo que qualquer movimento pode ser motivo de inflamação.
  • Algumas condições também podem causar este tipo de tendinite, entre elas a diabetes e a artrite reumatoide.

Descubra neste outro artigo Quais são as causas de dor no punho para saber diferenciá-las melhor.

Tratamento da tendinite no pulso

Uma vez que saiba que tem tendinite, é necessário seguir o tratamento recomendado pelo especialista, pois mesmo que seja uma tendinite com uma inflamação leve, pode piorar até causar fortes dores e no pior dos casos, romperem-se alguns dos tendões. O tratamento para uma tendinite no punho costuma ser dividido em três fases:

  1. Primeira fase: Durante este período, para reduzir a dor e a inflamação do pulso deve-se fazer repouso das articulações durante 2-3 dias, dependendo da intensidade dos sintomas. Além disso, deve-se combinar com bolsas de gelo e massagens na zona e os medicamentos anti-inflamatórios receitados pelo médico ou especialista.
  2. Segunda fase: começa-se a realizar exercícios de reabilitação durante 10-15 dias. Além disso, continua-se a massagear a zona com bolsas de gelo.
  3. Terceira fase: volta-se a realizar as atividades cotidianas ou desportivas de forma progressiva e sem forçar a articulação. Este período costuma durar 4 semanas.

Como prevenir a tendinite no pulso

Agora que já conhece melhor esta condição, vamos lhe explicar algumas recomendações para prevenir a tendinite nesta parte do corpo:

  • Faça aquecimentos antes de fazer qualquer exercício físico, sobretudo se é um esporte de impacto.
  • Evite sobrecarregar ou esforçar demasiado a zona desta articulação, pois é uma zona muito pouco protegida.
  • É necessário fazer exercícios com os pulsos para não diminuir a flexibilidade dos tendões.
  • Tente estar sempre hidratado.

Encontre mais recomendações neste outro artigo do umCOMO sobre como fortalecer os pulsos e, desta forma, terá menos risco de sofrer de um problema como este.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como saber se tenho tendinite no pulso, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Como saber se tenho tendinite no pulso

O que lhe pareceu o artigo?

Como saber se tenho tendinite no pulso
1 de 3
Como saber se tenho tendinite no pulso