Partilhar

Como se pega escarlatina

Por Perla Rossetti. Atualizado: 8 agosto 2019
Como se pega escarlatina
Imagem: Com P de Pediatria

Causada pela bactéria Streptococcus Hemolítico, a escarlatina é uma doença comum entre crianças de 5 a 15 anos, especialmente entre o outono e a primavera. Veja no umComo.com.br como se pega escarlatina e evite a doença que provoca machas vermelhas que se alastram pela pele e até na língua dos pacientes.

Também lhe pode interessar: Como tratar a escarlatina

Evite contato com fluído de crianças infectadas

A escarlatina é uma doença infectocontagiosa aguda que atinge crianças em idade escolar, de 5 a 15 anos. O contágio se dá através de contato com secreções da saliva e do nariz, no caso de gotículas de espirros, tosses, copos e talheres usados por pessoas contaminadas pela bactéria streptococcus hemolítico.

O melhor jeito de não pegar escarlatina é evitar escolas, creches ou cinemas quando os colegas apresentarem pequenas manchas vermelhas e ásperas na pele e até na língua, já que a bactéria libera toxinas na corrente sanguínea.

Converse com os professores ou orientadores pedagógicos para saber como se a criança infectada está sendo tratada com penicilina ou antibiótico, administrados por um médico pediatra. Em caso positivo, não há mais risco de contágio, pois a bactéria deixa de ser transmissível 24 horas após o início do tratamento.

Observe os sintomas por até 10 dias

É mais fácil contrair a bactéria streptococcus hemolítico durante a primavera, outono e inverno. Fique atento durante essas estações já que uma criança pode pegar escalartina mais de uma vez.

A doença pode se manifestar em horas ou até 10 dias após o contato e a primeira febre.

A bactéria infecciona a garganta e é a mesma que causa amidalite, artrite, pneumonia, entre outras infecções cutâneas que, da mesma forma, causam manchas avermelhadas na pele.

Talheres, toalhas e roupas transmitem a doença

No caso de crianças que passam parte ou o dia inteiro em creches, garanta que chupetas, talheres, as toalhinhas, blusas, babador e outros objetos sejam de uso pessoal e intransferível.

Como saliva, catarro e qualquer outra secreção nasal transmitem a doença, é importante manter os itens de uso íntimo individualizados.

O mesmo serve para crianças e adultos em outras idades. Entre irmãos em que apenas uma das crianças desenvolveu a doença, separe suas roupas e utensílios de cozinha para evitar contagiar a outra.

Sistema imunológico forte evita contágio

Nem todo mundo desenvolve escarlatina. Se o sistema imunológico da criança ou adolescente é forte ou eles não são sensíveis às toxinas que a bactéria gera, então é possível ter contato direto várias vezes com a doença sem problemas.

E mesmo alguns pacientes com faringites por streptococcus do grupo A não desenvolvem escarlatina. Assim, na mesma casa pode existir um irmão com escarlatina e outro com amigdalite.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como se pega escarlatina, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Conselhos
  • Crianças com febre e sem diagnóstico não devem ir à escola. Na suspeita de que seu filho esteja com escarlatina, converse com o médico pediatra, os professores e orientadores pedagógicos. Quando uma criança com escarlatina não é tratada adequadamente pode sofrer complicações graves como nefrite que causa inflamação nos rins e febre reumática.

Escrever comentário sobre Como se pega escarlatina

O que lhe pareceu o artigo?

Como se pega escarlatina
Imagem: Com P de Pediatria
Como se pega escarlatina

Voltar ao topo da página