Partilhar

Como tratar os pólipos nasais

 
Por Redação umCOMO. Atualizado: 2 julho 2018
Como tratar os pólipos nasais

Os pólipos nasais são crescimentos benignos que aparecem no interior das fossas nasais ou dos seios paranasais, por consequência de uma inflamação da mucosa. No geral, desenvolvem-se na parte superior e nas laterais da cavidade nasal, pois em muito poucas vezes aparecem no septo nasal ou na parte interior. É importante consultar um especialista caso os detecte, pois na maioria de casos é necessária uma intervenção cirúrgica para os extrair e para que o paciente possa respirar normalmente e sentir-se aliviado. Se quiser conhecer mais detalhes sobre esta condição, continue lendo este artigo de umComo onde lhe explicamos como tratar os pólipos nasais, além de quais são as suas causas e os sintomas que provocam.

Também lhe pode interessar: Como tratar os pólipos na garganta

Causas dos pólipos nasais

Os pólipos nasais, como referimos antes, são formações benignas que crescem no revestimento do nariz ou nos seios paranasais. Desconhece-se a causa exata do seu aparecimento, mas foram referidos alguns fatores que podem influenciar no seu desenvolvimento, como os que explicamos de seguida:

  • Inflamações repetidas da mucosa nasal: podem ser devidas a condições como rinite, sinusite ou resfriados.
  • Alergias.
  • Asma.
  • Fibrose cística: doença hereditária que se manifesta desde o nascimento e que é causada por uma acumulação de muco espesso nos pulmões, no trato digestivo e no pâncreas. Comprovou-se que um terço das crianças com fibrose cística desenvolve pólipos nasais.
  • Intolerância a certos analgésicos, como por exemplo a aspirina.
  • Alterações anatômicas do nariz.
  • Alterações nos vasos sanguíneos que irrigam a mucosa nasal.

Como vemos, os pólipos nasais podem aparecer de forma isolada ou estar associados a outro tipo de doenças. Apesar de se poderem desenvolver a qualquer idade, observou-se que ocorrem com mais frequência em pessoas com mais de 30 anos e que são mais comuns em homens do que em mulheres.

Como tratar os pólipos nasais - Causas dos pólipos nasais

Sintomas dos pólipos nasais

Os pólipos menores podem inclusive ser assintomáticos, ou seja, não originar nenhum tipo de sintoma no paciente. Agora, se crescerem e apresentarem um tamanho considerável, podem chegar inclusive a obstruir as fossas nasais por completo. Portanto, podemos dizer que os sintomas dependerão em cada caso do tamanho dos pólipos e também da sua localização dentro da cavidade nasal.

Os sintomas que os pacientes podem apresentar quando sofrem deste problema são:

  • Dificuldade para respirar com normalidade.
  • Sensação de que o nariz está bloqueado.
  • Aumento da mucosidade.
  • Espirros.
  • Roncos.
  • Voz nasal.
  • Alterações no olfato (anosmia).
  • Perda do sentido do paladar.
  • Dores de cabeça e enxaquecas caso haja uma infecção sinusal.
  • Mal-estar generalizado.
  • Boca seca.

É possível que, no início, o paciente só sinta o nariz congestionado e que os restantes sintomas mencionados apareçam à medida que a doença avança e os pólipos crescem.

Como tratar os pólipos nasais - Sintomas dos pólipos nasais

Diagnóstico dos pólipos nasais

Perante os sintomas descritos anteriormente ou a suspeita de ter pólipos nasais, é fundamental ir ao médico com a maior brevidade possível.

O especialista examinará o interior do nariz com um instrumento chamado rinoscópio para comprovar se existem pólipos, que parecem como uma espécie de massa acinzentada em forma de uva. Também é possível observar toda a cavidade nasal através de uma pequena câmera que deverá ser introduzida pelo orifício nasal.

Por outro lado, o médico pode solicitar a realização de um TAC (tomografia axial computadorizada) para obter dados mais corretos sobre o tamanho dos pólipos e para comprovar qual é o estado dos seios paranasais. No caso deste problema aparecer junto a uma sinusite, pode ser realizada uma cultura nasal para posterior estudo microbiológico, para detectar qual foi o agente responsável da infecção.

Tratamento dos pólipos nasais

O tratamento dos pólipos nasais pode variar de um paciente para outro em função do tamanho dos pólipos e dos sintomas que apresente.

Se os pólipos forem pequenos e estiverem localizados, o especialista vai receitar a administração de corticosteroides, que podem ser usados com um pulverizador nasal ou gotas, ou via oral com comprimidos. É fundamental seguir as instruções médicas para que o tratamento tenha efeito, pois podem aliviar os sintomas, como o congestionamento nasal e o inchaço, e inclusive reduzir o tamanho dos pólipos e em algum caso fazê-los desaparecer. A este tipo de fármacos também podem ser adicionados antibióticos ou anti-histamínicos, dependendo do processo infeccioso associado que ocorra.

O tratamento mais eficaz para os pólipos é a cirurgia, principalmente quando são grandes, não respondem aos medicamentos e se encontram em vários lugares. Leva-se a cabo uma cirurgia endoscópica dos seios paranasais, que consiste na introdução de um tubo fino e iluminador nas fossas nasais para extrair todos os pólipos. Com esta intervenção, o paciente pode voltar a respirar com normalidade e a recuperar o seu sentido do olfato e paladar.

No entanto, é conveniente lembrar que, como a operação não atua sobre a causa direta desta condição, é muito provável que os pólipos se reproduzam e voltem a aparecer após o fim do tratamento.

Como tratar os pólipos nasais - Tratamento dos pólipos nasais

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar os pólipos nasais, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como tratar os pólipos nasais

O que lhe pareceu o artigo?

Como tratar os pólipos nasais
1 de 4
Como tratar os pólipos nasais

Voltar ao topo da página