Partilhar

Glifage - Indicações, uso e efeitos

Por Sara Silva. Atualizado: 20 janeiro 2017
Glifage - Indicações, uso e efeitos
Imagem: bulasderemedios.com

O Glifage é um medicamento antidiabético que faz parte da vida de muitos pacientes que sofrem de diabetes tipo 1 ou tipo 2. Sua substância ativa é o cloridrato de metformina e deve ser administrado apenas em adultos e crianças com idade superior a 10 anos, por via oral. O Glifage apresenta-se em três formatos: 500 mg, 850 mg e 1 g, sendo que a forma de tomar varia para cada um deles. Para conhecer as indicações, usos e efeitos do Glifage, continue lendo este artigo umComo.com.br!

Também lhe pode interessar: Como tomar Glifage

Advertências e precauções

A toma de Glifage deve ser iniciada apenas por recomendação médica, tendo em conta o caso específico do paciente.

Este medicamento é indicado para o controlo da diabetes tipo 1 dependente de insulina, utilizado como complemento da insulinoterapia em casos de insulino-resistente ou diabetes instável; na diabetes tipo 2 não dependentes de insulina, o Glifage pode ser utilizado isoladamente ou complementando a ação de outros antidiabéticos. Este medicamento é ainda indicado para o tratamento da Síndrome dos Ovários Policísticos (Síndrome de Stein-Leventhal).

O Glifage, devido à sua substância ativa, não é aconselhado a mulheres que estejam tentando engravidar, que se encontrem grávidas ou a amamentar, sendo que a alternativa para manter os níveis glicêmicos é administrar insulina. Ao realizar o tratamento com Glifage combinado com outro agente antidiabético (sulfonilureia, insulina, meglitinida), existe risco de hipoglicemia; alguns pacientes que foram submetidos ao tratamento com este medicamento apresentaram acidose lática (uma complicação metabólica rara que pode levar à morte), e diminuição da função renal, sobretudo idosos.

Estudos clínicos controlados realizados em crianças e adolescentes demonstraram que a toma de Glifage durante um ano não tem efeitos adversos no crescimento e puberdade destas.

Glifage - Indicações, uso e efeitos - Advertências e precauções
Imagem: jornalipanema.com.br

Reações adversas e efeitos colaterais

Ao tomar Glifage é comum o paciente sentir distúrbios gastrointestinais tais como náuseas, vômitos e diarreia sobretudo durante os primeiros dias, sendo que posteriormente os sintomas vão diminuindo em frequência e intensidade. Também se pode sentir alteração do paladar.

Em casos muito raros foram observadas reações cutâneas (eritema, prurido e urticária), acidose láctica e alterações nos testes da função hepática ou hepatite. Se estiver realizando o tratamento com Glifage e sentir algum destes sintomas raros, é aconselhado que consulte rapidamente seu médico.

Indicações terapêuticas e posologia

A toma de Glifage deve ser realizada, sob prescrição médica, tendo em conta o caso específico do paciente. Os adultos não deverão exceder a dose máxima diária de 2.550 mg e as crianças com mais de 10 anos não deverão tomar mais que 2.000 mg diárias.

O medicamento começa por ser administrado em doses pequenas, que irão aumentar gradualmente. As doses indicadas devem ser tomadas inteiras, sem mastigar, junto com as refeições, de forma a reduzir a ocorrência de efeitos colaterais gastrointestinais. Caso ocorra esquecimento de uma das doses, deve-se tomar a próxima dose normalmente, sem dobrar a quantidade.

  • Posologia para Glifage 500 mg: adultos iniciam o tratamento com um comprimido no café da manhã e outro no jantar; a dose poderá ser aumentada até um máximo de 5 comprimidos ao dia (dois no café da manhã, um no almoço e dois no jantar). Crianças com idade superior a 10 anos iniciam o tratamento com um comprimido por dia, no café da manhã, e evoluem para, no máximo, dois comprimidos diários (café da manhã e jantar).
  • Posologia para Glifage 850 mg: adultos e crianças iniciam o tratamento um um comprimido no café da manhã; posteriormente a dose poderá ser aumentada e adultos tomarão um máximo de 3 comprimidos diários (um no café da manhã, um no almoço e um no jantar); crianças com mais de 10 anos a quem a dose foi aumentada não deverão exceder os 2.000 mg diários.
  • Posologia para Glifage 1 g: adultos e crianças devem tomar Glifage 1 g sem exceder as doses máximas diárias (2.550 mg e 2.000 mg, respetivamente), tendo em conta que o Glifage 1 g se trata de um formato de substituição aos comprimidos de 500 mg;
Glifage - Indicações, uso e efeitos - Indicações terapêuticas e posologia
Imagem: diabeticosaudavel.com.br

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Glifage - Indicações, uso e efeitos, recomendamos que entre na nossa categoria de Medicamentos e Suplementos.

Conselhos
  • Em caso de dúvida consulte seu médico, pois ele é a pessoa mais indicada para o ajudar tendo em conta o seu quadro clínico.
  • Não realize automedicação.

Escrever comentário sobre Glifage - Indicações, uso e efeitos

O que lhe pareceu o artigo?

Glifage - Indicações, uso e efeitos
Imagem: bulasderemedios.com
Imagem: jornalipanema.com.br
Imagem: diabeticosaudavel.com.br
1 de 3
Glifage - Indicações, uso e efeitos

Voltar ao topo da página