Partilhar

Como funciona a íris do olho

Por Yuri Ferreira. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como funciona a íris do olho

Sabe aquela parte colorida que todos nós temos em nossos olhos? Pois então, ela é a íris. Responsável por diversas funções dentro do processo de visão, a íris é essencial para a visão de qualquer mamífero. Nesse artigo de umComo.com.br, iremos tratar de suas funções, seus métodos de trabalho e para que ela tanto nos importa. Se você deseja saber como funciona a íris do seu olho, continue lendo esse artigo desenvolvido por umComo.

Também lhe pode interessar: Como cuidar do sistema nervoso

Função da íris e funcionamento

A íris é uma parte do sistema ótico (sistema de visão) que é majoritariamente conhecida por ser a que dá a coloração para os olhos do ser humano. Podendo ser azul, verde, castanha e amarelada, a íris realmente pode ser essencial para a beleza de quem a possui. Alvo dos poetas e dos apaixonados, é a íris que nos remete aos “olhos de jaboticaba” ou os “olhos da cor do céu” e tantas outras expressões que dão borboletas no estômago dos amantes. Porém, você sabe para que ela serve e como ela funciona?

A íris trabalha como um diafragma da pupila. Nossa pupila aumenta e reduz seu tamanho de acordo com a iluminação do ambiente. A íris, na verdade, é o tecido que tenciona a retração e a expansão da pupila. Esses processos são chamados miose e midríase. A miose é o processo de redução da pupila. Esse evento acontece quando existe muita luz no ambiente e então, nossa pupila se reduz e a íris faz a pressão para que isso aconteça. Na midríase, a íris se contrai para que a nossa pupila consiga receber mais luz, no caso, em espaços escuros.

Miose e midríase

O processo de miose e midríase pode ser muito observado em usuários de drogas. A miose ocorre principalmente em pessoas que estão sob efeito de heroína. Em casos de excessiva exposição à luz, a íris domina toda a parte central do olho e a pupila se torna apenas um ponto em meio ao globo ocular. Os usuários de cocaína e LSD fazem a função da midríase, com suas pupilas excessivamente abertas, causando uma estranha impressão para aqueles que com os mesmo falam. O incrível, na verdade, é que as pessoas sob o efeito dessas drogas não conseguem perceber que estão sob superexposição luminosa.

A íris é muitíssimo importante para nosso corpo, pois seu funcionamento plenamente adequado protege a retina de lesões. Em casos, por exemplo, de superexposição luminosa, a retina pode acabar se queimando e causando constante perda da visão. A retina é um tecido irreparável e caso ela sofra qualquer tipo de dano, o funcionamento da visão será totalmente deturpado, podendo causar inclusive cegueira. Por isso, é muito importante que fique atento ao funcionamento da íris, visto que ela possui uma importantíssima função para o corpo humano e para um sentido essencial, no caso, a capacidade de enxergar o que está a sua volta. Além disso, agora você já sabe que aqueles olhos verdes tão lindos do seu amado ou da sua amada não estão ali à toa.

Veja também o nosso artigo que lhe explica porque o olho treme.

Como funciona a íris do olho - Miose e midríase
Imagem: healthtap.com

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como funciona a íris do olho, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como funciona a íris do olho

O que lhe pareceu o artigo?

Como funciona a íris do olho
Imagem: healthtap.com
1 de 2
Como funciona a íris do olho

Voltar ao topo da página