Partilhar

Como tratar queimaduras de água sanitária

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como tratar queimaduras de água sanitária

Queimou-se com água sanitária e não sabe como tratar a zona afetada? Este é um tipo de queimadura química muito mais comum do que possa imaginar. Pode ser de gravidade variada, mas o resultado é uma reação que deve tratar rápido para evitar marcas em sua pele. Antes de dar qualquer passo em falso, leia os conselhos que em umComo.com.br damos a você sobre como tratar queimaduras de água sanitária.

Também lhe pode interessar: Como tratar queimaduras de cigarro
Passos a seguir:
1

A primeira coisa que deve fazer é evitar entrar de novo em contato com a água sanitária ou qualquer outra substância química que tenha acessível depois de ter se queimado com ela. A interrupção do contato entre o agente causador e o organismo é o primeiro passo para que não ocorram mais danos.

2

Depois de deixar de estar em contato com a água sanitária, recomenda-se aplicar água fria sobre a zona afetada pela água sanitária, assim conseguirá eliminar os restos da substância química, diminuir a inflamação e, também aliviar a dor provocada. Assim, se você se queimou, abra a torneira, deixe a água correr e coloque a zona queimada sob a mesma durante 5 minutos.

Como tratar queimaduras de água sanitária - Passo 2
3

Se tem alguma joia ou peça que continue estando em contato com a água sanitária, deve tirá-la imediatamente. Tem que tentar que não tenha nenhum resto de água sanitária que possa agravar a lesão, se necessário, volte a enxaguar com água corrente a zona afetada pela queimadura.

4

Depois de voltar a enxaguar a queimadura química, recomenda-se colocar gaze esterilizada úmida ao redor da zona afetada. Se não tiver gaze, pode aplicar uma toalha úmida com água fria sobre a ferida para que ajude a diminuir a dor e a inflamação. De seguida, pegue em um pano limpo, macio, seco e esterilizado para cobrir a zona, deixe sobre a queimadura até notar um certo alívio, se continuar sentindo desconforto, volte a se refrescar com água de novo.

5

Se a queimadura doer bastante, pode tomar um analgésico de venda livre como o ibuprofeno, confira sempre antes a bula para tomar uma dose adequada à situação. Nunca deverá tocar a área queimada nem estourar as bolhas, se entrar em contato com essa zona poderia provocar uma infecção grave.

Recomenda-se tampar a lesão com uma gaze caso vá realizar alguma atividade que possa causar dano, ou desconforto nesta zona, por exemplo, se vai cozinhar e a queimadura estiver na mão. Tirando estas excepções, o melhor é que deixe cicatrizar ao ar livre.

6

O mais habitual é que uma queimadura de água sanitária fique em uma lesão de primeiro grau e sem gravidade, e se cure sem problema com os conselhos que lhe demos. Mas se estiver perante uma queimadura de segundo grau ou terceiro grau, ou inclusive se manifestar alguma reação corporal como tonturas, perda de conhecimento, choque, dor extrema, entre outras, terá que ir ao médico rapidamente.

Até que não se revise e se conheça o alcance da queimadura química, não é conveniente pôr nenhum creme ou bálsamo na área afetada. Se estivéssemos perante um caso de queimadura química de primeiro grau, existem remédios caseiros interessantes para tratá-la, por exemplo, poderia fazer cubos de gelo com aloe vera para acalmar a inflamação, curar e cicatrizar a ferida provocada, ou aplicar a polpa desta planta na zona para conseguir uma ótima recuperação.

Como tratar queimaduras de água sanitária - Passo 6

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar queimaduras de água sanitária, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como tratar queimaduras de água sanitária

O que lhe pareceu o artigo?

Como tratar queimaduras de água sanitária
1 de 3
Como tratar queimaduras de água sanitária

Voltar ao topo da página