Partilhar

Posso beber tomando antibiótico?

 
Por Paula Cassandra. Atualizado: 16 maio 2018
Posso beber tomando antibiótico?

É bem comum ouvir que não se deve beber nenhuma quantia de bebida alcoólica enquanto se está em tratamento medicamentoso. No entanto, para responder à pergunta de se posso beber tomando antibiótico? é preciso fazer algumas considerações e explicar que é possível beber sim, desde que seja com moderação, mas que existem outros fatores que podem indicar a abstinência como o caminho mais curto para melhorar a saúde. Para falar mais sobre o assunto, o umComo.com.br reuniu algumas informações pertinentes a respeito do tema.

Passos a seguir:
1

Especialistas afirmam que, embora a grande parte dos médicos diga que é melhor evitar o álcool durante o uso de remédios, inclusive, os antibióticos, a verdade é que, se a ingestão for moderada, na maioria das vezes, é possível beber sim. Para tanto, vale dizer que modernamente se refere a duas taças de vinho, duas latas de cerveja ou uma dose de bebida destilada. Além disso, dependendo do problema da pessoa que está sendo tratada e do antibiótico tomado, mesmo doses maiores podem não prejudicar o efeito do remédio.

Posso beber tomando antibiótico? - Passo 1
2

Assim, se a preocupação de beber tomando antibiótico é devido à eficácia do medicamento, então, não há porque se preocupar. No entanto, existem outras questões a se considerar, como a toxicidade do álcool que pode aumentar, os efeitos colaterais que podem surgir e o risco de lesões do fígado que são maiores quando é feita a combinação. Para entender melhor, vale dizer que o álcool irrita a mucosa gastrointestinal, da mesma forma que alguns antibióticos, a exemplo da amoxicilina e da azitromicina.

3

Esses remédios não raro provocam enjoos, vômitos, diarreia e dor no abdômen, assim, com a combinação de álcool e antibiótico as chances de ocorrer esses efeitos colaterais são potencializadas. Além disso, é preciso levar em conta que a pessoa que está tomando antibiótico por causa de uma infecção está com o seu sistema imunológico fragilizado e quando bebidas alcoólicas são ingeridas em excesso elas podem reduzir a capacidade do organismo de combater problemas de saúde. Dessa forma, a melhora pode demorar mais.

4

E mais, o álcool é metabolizado pelo fígado, da mesma forma que alguns dos antibióticos. Com isso, mais uma vez, a mistura pode fazer com que o organismo não processe de forma adequada o antibiótico porque está ocupado metabolizando o álcool. Além de diminuir o efeito do remédio, essa combinação pode resultar no acúmulo de metabólitos tóxicos, que colaboram com os efeitos colaterais. Conhecer a interação do antibiótico que você está tomando é a melhor forma de tomar uma decisão.

5

Isso porque mesmo doses moderadas de bebida podem interagir com algumas classes de antibióticos, como é o caso do metronidazol, tinidazol e cefotetan. Os dois primeiros podem, inclusive, provocar o efeito dissulfiram. Esse termo se refere a um remédio usado no tratamento do alcoolismo a fim de aumentar de maneira significativa os efeitos colaterais do consumo de álcool para que o paciente não queira mais beber. Por isso, é indicado não beber álcool nas 24 horas antes de ingerir esses antibióticos e permanecer assim até 72 horas após a última dose do fármaco.

Dica: Acesse esse artigo e complemente esta informação - quanto tempo depois de beber posso tomar remédio?

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Posso beber tomando antibiótico?, recomendamos que entre na nossa categoria de Medicamentos e Suplementos.

Escrever comentário sobre Posso beber tomando antibiótico?

O que lhe pareceu o artigo?

Posso beber tomando antibiótico?
1 de 2
Posso beber tomando antibiótico?

Voltar ao topo da página