Partilhar
Partilhar em:

Com que frequência deve trocar o absorvente interno

Com que frequência deve trocar o absorvente interno

Os absorventes internos tornaram-se uma das alternativas mais comuns durante a menstruação, oferecendo uma proteção eficaz e garantindo a máxima comodidade. No entanto, ao introduzir na parte interna da vagina, controlar a frequência com que devem ser trocados é fundamental para evitar infecções e incômodos. Se você está se perguntando com que frequência deve trocar o absorvente interno, em umComo.com.br explicamos com detalhe.

Também lhe pode interessar: Como usar absorvente interno corretamente

Com que frequência devo trocar o absorvente interno?

A recomendação a respeito sobre a frequência de trocar o absorvente interno é muito similar à dos absorventes, a recomendação é não passar mais de 4 horas com o mesmo absorvente interno, mas se o fluxo for pouco e usarmos um absorvente interno de máxima absorção podem passar até 6 horas antes de sentir a necessidade de mudar o absorvente interno.

Lembre-se que, além disso, é muito importante cuidar ao máximo de sua higiene íntima durante estes dias para se sentir confortável e à vontade.

Como escolher o tipo de absorvente interno

Agora que ficou claro com que frequência se deve trocar o absorvente interno, é importante saber como escolher. No mercado encontramos diferentes tipos de absorventes internos de acordo com a quantidade de fluxo que apresentamos. Normalmente existem para pouco fluxo, fluxo regular e fluxo abundante. É comum que, ao longo do seu período menstrual, use dois tipos de absorventes internos, pois normalmente nos primeiros dias é mais intenso.

Lembre-se que, se usa o absorvente interno e rapidamente a corda externa mancha, você deve escolher um produto de maior absorção, enquanto que se demora muitas horas para manchar o mais provável é que esteja usando um absorvente interno com uma absorção maior daquela que precisa.

É bom usar absorventes internos para dormir?

Os ginecologistas dizem que não devemos usar o mesmo absorvente interno por mais de 8 horas, portanto se você dorme essa quantidade de horas ou mais, o mais recomendável é utilizar um absorvente noturno para evitar e prevenir infecções vaginais e incômodos.

Para quem descansa um tempo menor, a recomendação é colocar o absorvente interno noturno antes de ir dormir e retirá-lo assim que se levantar, deste modo garantirá ao máximo sua saúde íntima.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Com que frequência deve trocar o absorvente interno, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Com que frequência deve trocar o absorvente interno

O que lhe pareceu o artigo?

Descubra vídeos interessantes
Carnaval
Maquiagem
Tratamentos de Pele
Aulas de Zumba
Com que frequência deve trocar o absorvente interno
Com que frequência deve trocar o absorvente interno