Partilhar

Como agir em caso de asfixia

Por Redação umCOMO. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como agir em caso de asfixia
Imagem: salud180.com

Na vida cotidiana, enfrentamos situações que testam nossos conhecimentos básicos em primeiros socorros. A asfixia é a obstrução parcial ou completa da via aérea devido a um corpo estranho. É considerada urgente e requer uma atuação concreta de acordo com o tipo de obstrução e a idade do indivíduo. Em umComo.com.br, fornecemos as informações sobre como atuar em caso de asfixia.

Passos a seguir:
1

Os sinais de asfixia por obstrução parcial são reconhecidos pela capacidade do paciente de falar, responder que sim e tossir. A tosse é o sinal principal que nos indicará a parcialidade da obstrução, já que indicará que existe a passagem de ar e, portanto, a pessoa pode respirar. Os passos a tomar variam de acordo com a etapa vital do indivíduo e se este produz tosse efetiva.

2

Quando o indivíduo está consciente, respira e tosse efetivamente apesar da obstrução parcial, siga as seguintes recomendações:

  • No caso de um lactante em estado de consciência que tosse e respira efetivamente, apesar da obstrução parcial, deve-se incorporar 45º à criança, animá-la para que continue tossindo, observar se expulsa o corpo estranho e que não se deteriore: o estado de consciência, a tosse e a respiração.
  • Com relação a uma criança ou um adulto, deve-se seguir os mesmos passos que no lactante: manter posição erguida (evitando o fechamento da glote) e, unicamente, estimulá-la para que continue tossindo.
3

Os sinais de obstrução total são identificados pela incapacidade do paciente de falar, a presença de tosse não efetiva, o aparecimento de sibilantes e a possibilidade da perda de consciência. A característica principal da obstrução total é que não existe passagem de ar pela via aérea e, portanto, é de maior gravidade, podendo chegar à parada cardiorrespiratória.

4

Se o paciente tiver sinais de obstrução completa e respira, devemos atuar da seguinte forma:

  • No caso de um lactante , devemos pedir ajuda, observar a boca e tentar extrair o corpo estranho se estiver acessível. Caso não consiga retirar o corpo que obstrui a via aérea, devemos colocar o lactante de bruços e lhe dar 5 golpes no meio das costas e, em seguida, fazer 5 compressões torácicas com o bebê de barriga para cima. Siga este ciclo até que o corpo estranho seja expulso ou o lactante continuar inconsciente.
  • No caso de uma criança ou um adulto, deve-se também solicitar ajuda e tentar retirar aquilo que obstrui a via aérea e impede a respiração. Caso não seja possível retirar o corpo estranho, devemos iniciar um ciclo de 5 golpes no meio das costas, seguidos de 5 compressões abdominais (manobra de Heimlich). Devemos prosseguir com as manobras até que a obstrução ceda ou o paciente volte à consciência.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como agir em caso de asfixia, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como agir em caso de asfixia

O que lhe pareceu o artigo?

Como agir em caso de asfixia
Imagem: salud180.com
Como agir em caso de asfixia

Voltar ao topo da página