menu
Partilhar

Como funciona a iodoterapia

Por Paula Cassandra. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como funciona a iodoterapia
Imagem: endocrineweb.com

Pessoas com problemas na tireoide podem ter que passar pelo tratamento terapêutico de iodo 131. Para saber como funciona a iodoterapia o umComo.com.br vai explicar quais são as etapas e cuidados a seguir para realizar o procedimento.

Também lhe pode interessar: Como saber se a tireoide funciona bem

Para que serve a iodoterapia

A iodoterapia consiste em um procedimento em que se usa a forma radioativa do iodo, o iodo 131. O paciente deve tomar o conteúdo, em um espaço específico, onde terá que ficar isolado. O mais comum é que o tratamento seja realizado por pacientes que tinham alguma disfunção da glândula tireoide, como câncer, e que já passaram pela cirurgia. Nesse caso, o objetivo da terapia com o iodo 131 é eliminar as células cancerígenas que ainda se mantêm no organismo do paciente.

Se o paciente tiver hipertireoidismo, o tratamento vai remover as células da tireoide que produzem hormônios em excesso. A iodoterapia é utilizada ainda em pessoas que tenham bócio ou nódulos na tireoide. É usado o iodo radioativo para o procedimento porque a tireoide é a parte do corpo que mais atrai o mineral, assim, o conteúdo ingerido é puxado pela glândula que, quando estiver próximo a ela, vai permitir que a radiação atue nos tecidos e células.

Como funciona a iodoterapia - Para que serve a iodoterapia
Imagem: atireoideana.blogspot.com

Como funciona a iodoterapia

A iodoterapia é realizada em hospitais, sendo importante uma série de cuidados anteriores, tanto por parte dos pacientes quanto da equipe envolvida. Por ser um tratamento que utiliza material radioativo, quem passa por ele deve se manter isolado em quartos especiais, para que a vidas de outras pessoas não corram riscos. Além disso, o médico deve avaliar qual a quantia de material radioativo que cada paciente pode ingerir, evitando que seja afetada a medula óssea.

No dia do procedimento, o paciente não precisa estar em jejum, mas sim, ter seguido a dieta indicada, que é bem restritiva. Não entram na dieta os alimentos que possuam iodo, como alimentos com sal, carnes com sal, temperos com sal, salgadinhos, presunto, queijo, requeijão e doces com gema de ovo, entre outros. Ela deve ser feita durante as duas semanas que antecedem a iodoterapia e o paciente deve estar sem comer nada, nem beber, seis horas antes de iniciar o tratamento.

O paciente necessita ainda interromper os medicamentos da tireoide por três semanas antes do procedimento. Já o iodo 131 não tem gosto e nem cor, sendo servido em um recipiente especial e o paciente o bebe usando um canudinho. Todos esses cuidados são para que ele não entre em contato com o material radioativo. O paciente pode ter que ficar internado no hospital por uma semana, conforme a quantidade de iodo que ingerir.

Se a dose for pequena, pode sair do hospital no mesmo dia. De qualquer forma, é importante que ele tenha a companhia de uma pessoa na hora de sair do hospital, sendo que não poderá dirigir. Já duas horas após a iodoterapia é possível comer. Ao sair do hospital a pessoa não pode levar nada do quarto para casa, a não ser a roupa, que precisa ser lavada várias vezes e guardada por um tempo. Também é indicado ficar distante das pessoas por pelo menos dois metros durante uma semana.

Como funciona a iodoterapia - Como funciona a iodoterapia
Imagem: desejosdebeleza.com

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como funciona a iodoterapia, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como funciona a iodoterapia
Imagem: endocrineweb.com
Imagem: atireoideana.blogspot.com
Imagem: desejosdebeleza.com
1 de 3
Como funciona a iodoterapia

Voltar ao topo da página