menu
Partilhar

Como prevenir a anisaquíase

Por Redação umCOMO. Atualizado: 3 março 2021
Como prevenir a anisaquíase
Imagem: mercadoalimentar.com

A anisaquíase é uma infecção estomacal produzida quando somos contagiados com um parasita chamado anisakis, depois de ingerir peixes e mariscos crus ou pouco cozidos que se encontram infectados. Ainda que não se trate de um transtorno grave, é uma condição com sintomas incômodos para o paciente que, em casos especiais, poderia trazer certas complicações. Por isso em umComo.com.br explicamos a você como prevenir a anisaquíase ao consumir seus peixes e mariscos favoritos.

Também lhe pode interessar: Como prevenir a amebíase
Passos a seguir:
1

Qualquer peixe pode conter o parasita da anisaquíase, sendo mais comum em peixes como a merluza ou o bonito. No entanto, aquelas opções que costumamos consumir à vinagrete ou em escabeche, como é o caso das anchovas, das sardinhas ou das manjubas, são as maiores responsáveis por casos de anisaquíase devido à sua preparação.

Também aqueles peixes que são consumidos crus ou pouco cozidos em alguns pratos como, por exemplo, o sushi, se não forem bem manipulados e não forem tomadas as precauções necessárias, podem levar ao contágio deste parasita.

2

Técnicas de cozimento habitualmente utilizadas na cozinha mediterrânea e mundial, como a marinada, o escabeche ou a vinagrete, ainda que sejam deliciosas, não servem para eliminar a presença do parasita anisakis. Por isso, antes de preparar os peixes deste modo, devem ser tomadas em conta algumas medidas para prevenir o contágio.

3

Sempre que você adquirir peixe fresco e planejar consumi-lo cru, semi-cru ou preparado com alguma das técnicas mencionadas no passo anterior, deverá congelá-lo durante pelo menos 48 horas a -18º C. Esta temperatura durante este período de tempo matará os possíveis parasitas que se encontrarem no peixe, ajudando a prevenir a anisaquíase. Além disso, é fundamental escolher o peixe fresco e em perfeito estado.

4

Cozinhar o peixe de forma adequada e a altas temperaturas, sem que fique cru ou semi-cru, ajudará também a eliminar este parasita de forma eficiente.

5

Também é importante para prevenir a anisaquíase limpar adequadamente o peixe, eliminando suas vísceras o mais rápido possível, pois é nesta zona do peixe onde o parasita se aloja.

6

E quando se tratar de consumir fora de casa peixes crus ou semi-crus, o melhor é ter a certeza de estar indo a um restaurante que cumpra com todos os regulamentos de higiene, e que o peixe que está prestes a consumir pareça fresco e em bom estado.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como prevenir a anisaquíase, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como prevenir a anisaquíase
Imagem: mercadoalimentar.com
Como prevenir a anisaquíase

Voltar ao topo da página