menu
Partilhar

Como tirar espinha de peixe da garganta

 
Por Juliana Ribeiro. 14 novembro 2022
Como tirar espinha de peixe da garganta

Sabemos perfeitamente que o peixe é um alimento saudável, cheio de nutrientes benéficos e essencial em uma dieta equilibrada, mas tem um pequeno inconveniente: suas espinhas. Tomar a precaução de removê-las convenientemente para evitar a ingestão acidental é uma medida essencial, especialmente importante no caso de crianças e idosos.

Mesmo que você tenha cuidado, engolir uma espinha de peixe e ela não passar e ficar parcialmente presa na garganta é algo que pode acontecer e que você tem que saber como agir, sempre avaliando cada situação e seu grau de gravidade. Para que você possa reagir tomando as medidas cabíveis, neste artigo do umCOMO explicamos como tirar espinha de peixe da garganta e enfatizamos o que você não deve fazer.

Também lhe pode interessar: Como tirar espinha da garganta

Riscos de ter espinha de peixe na garganta

Ao comer peixe, não é excepcional que junto com a parte comestível do alimento, uma espinha acabe ficando e também chegue à nossa boca. Nesses casos, duas coisas podem acontecer: que simplesmente a engulamos, às vezes até sem perceber, ou que ela fique presa em um ponto mais ou menos acessível da garganta.

Se no primeiro caso você se pergunta o que acontece se engolir uma espinha de peixe, a primeira coisa a dizer é que na maioria dos casos, o risco é mínimo, desde que estejamos falando de uma espinha pequena e fina que tenha passado quase sem você perceber, através do trato digestivo. Ao chegar ao estômago, os sucos gástricos vão atuar no processo digestivo normal, quebrando, em parte, a espinha que será eliminada pelas fezes.

Outra coisa é engolir uma espinha de peixe de tamanho e espessura consideráveis, pois seria um corpo estranho e pontiagudo com capacidade de causar lesões no esôfago, no próprio estômago ou mesmo no intestino. Por precaução, se você engoliu uma espinha de peixe grande e dura, é sempre aconselhável consultar um médico e em caso de sintomas como: dor abdominal, desconforto ou sensação dolorosa na área do esôfago, presença de sangue nas fezes ou ao tossir, essa consulta deve ser urgente.

Também é relativamente comum que a espinha não termine de passar até chegar ao ciclo de digestão. As consequências de uma espinha de peixe presa na garganta são variáveis ​​e algumas são graves. Pode ser uma bem pequena, que acaba se desprendendo sozinha em poucos minutos, mas também pode ser algo maior e acabar causando um ferimento na área onde ficou presa. Nos casos mais graves, uma espinha de peixe grande cravada na garganta pode causar dificuldades respiratórias, além da própria ferida e da dor, caso em que falamos de emergência médica.

Se a situação não for tão grave, mas você notar o desconforto de uma espinha de peixe pequena ou fina presa na garganta, algumas medidas que você pode tomar para tentar fazê-la sair são as explicadas a seguir.

Como tirar espinha de peixe da garganta - Riscos de ter espinha de peixe na garganta

Beber água

Se a presença da espinha de peixe não o impedir de engolir, beber um pouco de água pode ser uma solução simples e eficaz. Não se trata de beber muita água, mas de alguns pequenos goles que, com um pouco de sorte, conseguem soltá-la sem nenhum problema. Se doer muito ao tentar engolir, você pode seguir uma das dicas a seguir primeiro, como tossir ou limpar a garganta, antes de tentar engolir novamente.

Tossir suavemente

A tosse ao perceber um corpo estranho na garganta é algo que surge espontaneamente. Se a espinha de peixe estiver presa superficialmente, a vibração da garganta ao tossir ou limpar a garganta pode fazer com que ela se solte. Mas não deve tossir com toda a força, porque se a espinha de peixe estiver bem presa não haverá como soltá-la com essa medida e você só teria mais irritação na garganta, mas talvez uma tosse suave a solte sem causar mais danos.

Comer alguma comida macia

Nem sempre funciona, mas com pequenas espinhas de peixe presas superficialmente pode funcionar. O próprio bolo alimentar que forma os alimentos moles, pode conseguir, ao passar pela região onde está a espinha de peixe, arrastá-la de tal forma que consiga soltá-la. Alimentos como uma banana, um abacate maduro ou um pouco de farelo de pão (melhor embebido em leite ou óleo), uma batata cozida... qualquer um desses, bem mastigado antes de engolir, pode funcionar.

Como tirar espinha de peixe da garganta - Comer alguma comida macia

Azeite, manteiga ou mel

Como tirar espinha da garganta? Outro pequeno remédio que pode ser útil e que não envolve nenhum risco. Dada a textura untuosa e lubrificante de alimentos como azeite, manteiga ou mel, tomar lentamente algumas colheradas desses produtos pode conseguir o efeito de arrastamento necessário para soltar a espinha da mucosa da garganta.

Fazer gargarejos com água e sal

Você não perde nada tentando. Se uma pequena espinha de peixe ficou presa na parte superior da garganta, gargarejar por alguns minutos com água na qual você dissolveu um pouco de sal pode ser eficaz. Além disso, se a espinha de peixe causou uma pequena ferida, o sal atuará como um bom antisséptico que ajudará a curar a área ferida.

Como tirar espinha de peixe da garganta - Fazer gargarejos com água e sal

Manter a calma e engolir

Avaliar a situação é importante. Como dissemos, diante de uma espinha de peixe presa que está causando danos óbvios, deve-se procurar ajuda médica urgente, mas na maioria dos casos leves, o que essa espinha de peixe irritante implica é uma sensação de corpo estranho da qual queremos nos livrar o quanto antes. Fique calmo e tente por alguns minutos simplesmente engolir lentamente. Talvez, em questão de instantes, a espinha de peixe, levemente presa, passe, com a ajuda de sua saliva, para o trato digestivo sem causar grandes problemas.

O que não fazer para tirar espinha de peixe da garganta

Manter a calma é importante para evitar tomar decisões que podem causar mais mal do que bem quando se trata de remover uma espinha de peixe da garganta. Entre as coisas que você não deve fazer, tenha em mente:

  • Não tente removê-la com os próprios dedos, a menos que esteja em uma área acessível da boca, nunca se estiver presa na garganta. Jamais use nenhum instrumento, como pinças, para tentar removê-la.
  • Tapas nas costas não funcionam porque você não está lidando com um estrangulamento, mas com uma espinha de peixe engasgada (não vai sair com os tapas). Pela mesma razão, você também não deve recorrer à manobra de Heimlich.
  • Não coma alimentos duros, por exemplo frutas secas ou a crosta de pão, com a intenção de empurrar a espinha de peixe porque muito provavelmente você não vai conseguir e ele pode acabar rachando ou enterrando mais, dificultando a extração.

Diante de sintomas preocupantes, insistimos, o atendimento médico é a melhor solução. Agora que você já sabe como tirar uma espinha de peixe da garganta, recomendamos que leia também este outro artigo sobre Como remover alimentos presos na garganta.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tirar espinha de peixe da garganta, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Como tirar espinha de peixe da garganta
1 de 4
Como tirar espinha de peixe da garganta

Voltar ao topo da página