Partilhar

Como tratar queimadura de água-viva

 
Por Julia Latorre, Editora. 27 fevereiro 2017
Como tratar queimadura de água-viva

Queimaduras de água-viva são um problema recorrente em algumas praias brasileiras e a incidência desses casos aumenta no verão. A dor intensa no momento do acidente pode levar a procedimentos desesperados que são incorretos e podem até piorar a situação. Por mais dolorido que seja, se você seguir algumas dicas básicas, pode ter uma recuperação mais rápida e tranquila. Para te ajudar, o umCOMO buscou informações e elaborou um passo a passo de como tratar queimadura de água-viva.

Passos a seguir:
1

Na maioria das vezes não se pode ver a água-viva quando estamos no mar, mas, quase sempre, quando se é picado por uma, a dor é imediata e, apesar de localizada, pode irradiar para outras partes do corpo. Se você sentiu essa ardência ou dor, a primeira coisa a se fazer é sair imediatamente da água. Se você não consegue andar ou nadar por conta da dor, peça ajuda para alguém que está por perto.

Como tratar queimadura de água-viva - Passo 1
2

Popularmente se diz "queimadura de água-viva" pela sensação de ardor e a aparência do ferimento sobre a pele. Entretanto, são feridas causadas pelo envenenamento da água-viva através de filamentos que injetam toxinas. Existem casos em que além do ferimento essas toxinas causam alergias e alguns tipos de picadas de água-viva podem ser mortais (esse tipo é raro no Brasil).

Ao sair da água, o ideal é que a queimadura de água-viva seja tratada por um salva-vidas. Se não tem nenhum por perto, talvez você precise retirar os tentáculos da água-viva.

3

Ao contrário do que muita gente pensa, não é recomendado fazer xixi sobre a queimadura para aliviar a dor, isso pode inclusive piorar a situação. Aconselha-se usar a própria água do mar para o alívio imediato ou soro fisiológico.

O vinagre também é um método conhecido para amenizar o desconforto, entretanto, há controvérsias quanto à sua eficácia. Água doce ou mineral também não devem ser usadas pois podem piorar a dor e sensação de queimação.

4

Quando esse procedimento após a queimadura recente foi realizado, o ideal é procurar um posto de saúde para que se descarte ou trate reações alérgicas com o veneno da água-viva. Se isso não é possível e você não suspeita de alergia, faça compressas frias de água e gelo para tratar queimadura de água-viva, diminuir a inflamação e aliviar a dor e coceira.

5

Por mais que seja tentador, evite coçar a queimadura de água-viva. Se você esfregar, além de estimular o inchaço da região, também corre o risco de espalhar as substâncias que ardem para outras partes do corpo.

6

Para continuar a tratar queimadura de água-viva e sofrer menos com os sintomas, pode se aplicar pomada com cortisona ou tomar analgésicos para aliviar a dor. Mas, esses cuidados devem ser prescritos por médicos que vão saber as reações exatas para cada caso e cada tipo de picada e os efeitos colaterais.

7

O tempo para tratar queimadura de água-viva até que a mancha suma completamente varia em cada caso. O mais importante é não coçar e usar os métodos descritos acima para aliviar a dor.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar queimadura de água-viva, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como tratar queimadura de água-viva

O que lhe pareceu o artigo?

Como tratar queimadura de água-viva
1 de 2
Como tratar queimadura de água-viva

Voltar ao topo da página