Partilhar

Como tratar uma fissura anal

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como tratar uma fissura anal

Uma fissura anal é uma pequena fenda que se produz na mucosa da zona externa do reto devido à evacuação de fezes muito duras com frequência, uma diarreia prolongada ou uma tensão excessiva nos músculos do esfíncter anal. É uma condição que provoca dor intensa, sangramento e prisão de ventre, mas com algumas medidas simples pode acelerar o seu processo de curação. Também existem casos mais graves que requerem tratamentos médicos específicos e inclusive de cirurgia, pelo que é sempre aconselhável consultar um especialista. Continue lendo este artigo de umComo se lhe interessa saber como tratar uma fissura anal.

Vai precisar de:
Também lhe pode interessar: Como prevenir fissuras anais
Passos a seguir:
1

A fissura anal é uma lesão que, normalmente, costuma ser causada por uma fenda produzida por condições como a prisão de ventre, as hemorroidas ou a diarreia prolongada. Também se deve ter em conta que as pessoas que mantêm com frequência relações sexuais anais correm um maior risco de sofrer de fissura anal. Mas, as fissuras anais estão associadas sobretudo à prisão de ventre, uma vez que a continua e difícil deposição de fezes muito duras ou grandes pode acabar originando essa rotura na mucosa do ânus.

O principal sintoma da fissura anal é uma dor muito intensa e aguda no ânus, especialmente mesmo antes do momento de defecar ou após este, que pode estar acompanhado de coceira, queimação e presença de sangue nas fezes, o qual se pode ver rapidamente no papel higiênico. Além disso, no caso de interromper a defecação devido aos grandes incômodos, corre-se o risco de sofrer de obstipação e prisão de ventre prolongada.

2

Há algumas fissuras anais muito leves que podem se curar de forma espontânea em poucos dias e que não requerem um tratamento específico. No entanto, o mais recomendável é consultar o médico para descartar que esteja associada a outras doenças de maior gravidade e iniciar o tratamento mais adequado em cada caso. Existem várias formas de tratar uma fissura anal, mas uma das mais comuns é através da aplicação de pomadas ou cremes analgésicos e anti-inflamatórios que permitem aliviar a dor e acelerar a cicatrização da ferida. A estas, o médico também pode unir a receita de algum fármaco em comprimidos ou gotas para amenizar a dor quando se apresenta de forma bastante intensa.

Como tratar uma fissura anal - Passo 2
3

Outra alternativa médica é que o especialista considere necessário a aplicação de um anestésico injetável na zona retal para combater a dor severa e facilitar a curação da lesão. Também se pode recomendar o consumo temporal de laxantes para amolecer as fezes e conseguir que a sua evacuação seja mais fácil e não piore a fissura anal. Estes devem se tomar sob prescrição médica e seguindo sempre as instruções quanto à dose recomendada, uma vez que em excesso poderia dar lugar a evacuações fluídas e constantes que também originariam irritação e agravariam a inflamação.

4

Há outras medidas caseiras e naturais que se podem adotar facilmente para tratar a fissura anal e contribuir para a sua curação. Entre elas, encontramos combater a prisão de ventre, se for esta a causa, realizando algumas mudanças na dieta:

  • Aumentar o consumo de alimentos ricos em fibra.
  • Beber mais água e líquidos como sucos naturais de frutas e verduras.
  • Evitar aqueles alimentos que causam constipação como o arroz, a banana, a maçã, a cenoura, doces e comidas muito gordurosas.
  • Opte pelos cereais integrais, deixando de lado aqueles refinados ou processados.

Descubra muitos mais detalhes sobre a dieta indicada para aliviar a prisão de ventre, consultando o artigo alimentos para a prisão de ventre.

Como tratar uma fissura anal - Passo 4
5

Os banhos de assento também podem ajudá-lo a amenizar os incômodos produzidos pela fissura anal, uma vez que relaxam o músculo do esfíncter e desta forma ajudam a combater a prisão de ventre. Tratam-se de banhos de água quente, que devem cobrir apenas a zona das ancas e nádegas.

6

Quando nenhum dos métodos mencionadas anteriormente for suficiente para curar a fissura anal, é possível que o paciente tenha que se submeter a outros tratamentos como, por exemplo, injeções de botox no esfincter anal ou a uma intervenção cirúrgica menor para relaxar o músculo anal. Por isso, é tão importante consultar o seu médico para ter a certeza de que o tratamento é o mais adequado para o seu caso.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar uma fissura anal, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Conselhos
  • Para aplicar a marinada de cardo explicada anteriormente no ponto 3, pode fazê-lo com um pincel suave.

Escrever comentário sobre Como tratar uma fissura anal

O que lhe pareceu o artigo?
104 comentários
A sua avaliação:
Henrique
A um mês venho tratando minha fissura com antibiótico e anti-inflamatórios e tomando dipirona, estava sentindo muita dor, não conseguia deitar e nem sentar... não sabia mais o que fazer, fui ao médico e ele me receitou esses remédios, no terceiro dia onde estava inflamado estourou e saiu todo o sangue com pus e foi onde aliviou a dor, mas ainda sinto um incômodo onde ficou o machucado. Estou usando pomada, um sabonete específico e lavando com soro. Mas ainda não cicatrizou.
Jose Florindo da silva
Gostaria saber o remedio para fissura
Tales
Vou dar meu depoimento aqui. Desde o início do mês de Julho comecei a sentir dor no ânus e ao evacuar. No início achei que não fosse nada, pois anteriormente já havia acontecido comigo e o incômodo passava durante alguns dias. Porém a dor foi se agravando, relutei em ir ao médico achando que ia sarar, decidi por conta própria comprar a pomada Proctyl pois li na internet que era boa. A dor persistiu, até que no dia 31/07 sentindo muitas dores e já sem saber o que fazer decidi procurar um médico proctologista.
Ele diagnosticou como fissural anal, o que eu já imaginava lendo alguns artigos. Me receitou manipulados de Diltiazem 2% 3X ao dia por 3 semanas, Lidocaina 2x ao dia por 30 dias, também Lanolina antes e após e evacuar e ainda um laxante homeopático que tomo antes de dormir. Li muito sobre o banho de assento, mas o médico não me indicou. Hoje estou em meu terceiro dia de tratamento e ainda sinto muitas dores ao evacuar, e a dor perdura durante o dia. Um desconforto, ardência e as vezes coceira, é muito ruim e jamais imaginei que ia sofrer tanto com isso. Talvez meu erro foi ter demorado a procurar um médico. Enfim, espero que esse tratamento resolva pois confesso que estou perdendo as esperanças :(
Tenho retorno no dia 18/08 e voltarei a dar meu depoimento aqui para quem sabe, poder ajudar outras pessoas que sofrem com isso. Um abraço!
Washington
2 litros de Água, dieta (fibras), pomada e paciência....Terrível Fissura Anal, sofri durante 3 meses e tive que me operar agora em junho/2017 pois não cicatrizou 100%, estou 80% recuperado, a minha era fissura já era crônica, boa sorte e melhoras.
Inelise Martins
Puxa... o médico não indicou banho de assento? Li muito a respeito e ia começar a fazer hoje, mas depois de ler seu depoimento, vou falar com o médico. Tenho consulta dia 25. Li aqui sobre a babosa e o farelo de trigo, mas acho qur o de linhaça seja melhor. Vou tentar oa dois e depois falo aqui. Obrigada por compartilhar.
marta souza silva
Passei pelo médico ele me receitou pomada e lisador mas não passa a dor que devo fazer já faz 30 dias que estou assim
Washington
Regulador (plantabem) frutas (mamão, manga, melancia, melão) dieta e muita agua.
Inelise
Mudar a alimentação é primordial. Tenho tomado 3 litros se água por dia, muita fruta e vegetais. Tirei carboidrato da alimentação. Lisador para mim não resolveu nada. E queria saber do Washington como foi a cirurgia que vc fez. Dói tanto quanto a da hemorróida ou é mais tranquila?
JOao
Caraca, nao sabia que fissura anal era tao comum assim. Que experiencia horrivel!!! Antes de evacuar ja fico arrepiado e comeco a suar frio. Estou nessa ha 2 meses. Mes passado comecei um tratamento com Nifedipina. Na semana seguinte, o desconforto pos evacuacao diminuiu bem, no entanto, ainda hoje, permanece a dor no ato! Estou comecando a achar que nao vi melhorar mais que isso... que desespero. Desejo melhoras a todos!
Washington
Dieta, 2 litros de água, assento e pomada. Sei muito bem o que está passando, melhoras!
ana
Pessoal, descobri uma receita natural para aliviar a dor, e a cicatrização, babosa.
ana alice dias
Tenho 62 anos, tive a dois meses herpes Zoster, e depois disto apresentai este desconforto , procurei um medico e o disgnóstico fissura anal, não pratico e nunca pratiquei sexo anal, não tenho vergonha nenhuma vergonha em relação a este problema, minha alimentação sim que pode estar provocando este problema - arroz e feijão e banana e comum em minha vida diária , e tomo mais de 2 litros de água, como verduras e legumes e frutas, sempre fui ao banheiro 3 vezes ao dia, antes do diagnostico achei que era hemorroidas, quando as dores aumentaram e dificultava a saída das fezes, estou fazendo tratamento com pomadas, mas não estou vendo resultado e também estou tendo infecção de urina, enfim qual a novidade em relação a esta doença, pode desenvolver algo mais serio.
Edson
Estou com fissura desde 2012 já fui em três procto o último me passou um exame esse ex como s fosse uma endoscopia anal mas estou aguardando ser chamado pelo sus para saber porque esse tempo ainda não sarou está sendo um tormento p min
edmilson
Edison o nome é colonoscopia, passei por isso á três anos atrás, nunca mais sentir as tais dores no reto, boa sorte, tomara que seja chamado logo, pois as dores são insuportáveis.
A sua avaliação:
Marina
Pessoal sofro com fissura a 4 anos as vezes melhora e piora devido às fezes ressecadas, comecei a tomar 2 colheres de sopa de farelo de trigo no suco a noite,desde então não fiz cocô duro que é o que causa a fissura está me ajudando mto .
Ocram Agiet
Olá, a todos!
Estamos em abril de 2017. Em novembro de 2014 comecei a ter uma coceira intensa no anus, do nada. Lembro da data, pois foi após a compra de um VW Polo 2014. Acabei arrancando cabelinhos da area, devido a coceira, enquanto dormia. O proctologista fez uns ressecamentos internos no anus, com cinco aplicações. Não resolveu a coceira e ardência. Receitou creme Oxido de Zinco , 2% . Ajudou, pois cria um meio macio na area. Mas parecia que estava sempre molhado ali. Mas não houve cura. Visitei mais vezes o médico e outros médicos que receitavam corticoide, etc. Se passaram mais de dois anos de sofrimento com a doença e meu desespero. Fui ao mesmo médico novamente, e agora ele receitou oxido de zinco creme a 40%...bem melhor. Tem uma espécie de anestésico junto. Mas o que curou mesmo, pois as coisas estavam sempre assadas em carne viva, foi a velha e boa HIPOGLOS. Passo a noite hipoglos, que tem um aroma mais forte e durante o dia, o tal creme de 40%. Fica a dica, hipoglos é um santo remédio e não estaria sem ela, aqui agora dando minha dica de vida.
Editor umComo.com.br
Oi Ocram! Valeu pela dica!

Como tratar uma fissura anal
1 de 3
Como tratar uma fissura anal

Voltar ao topo da página