Partilhar
Partilhar em:

Grávida pode menstruar?

Grávida pode menstruar?

Um dos sintomas mais claros de que você está grávida é a ausência da menstruação. A menstruação é o processo em que os óvulos não são fecundados e o endométrio é solto pelo útero feminino. Contudo, uma das perguntas mais frequentes e que provocam incerteza nas mulheres grávidas é "Grávida pode menstruar?". A resposta é não, uma gestante não pode ter a menstruação. Nesse artigo do umCOMO, você pode esclarecer todas as suas dúvidas em relação a este tema e explicar porque você não pode menstruar durante a gravidez e quais podem ser as possíveis causas de sangramento durante o período de gestação.

Também lhe pode interessar: Grávida pode comer sushi?

Tipos de sangramento durante a gravidez que podem ser confundidos com a menstruação

Durante a gravidez, sobretudo no primeiro trimestre, podem surgir certos sangramentos vaginais que são confundidos com a menstruação. Na verdade, não é possível menstruar durante a gravidez porque, quando o óvulo é fecundado e adere ao útero, os ovários deixam de produzir óvulos. Logo, não é possível menstruar, embora os sintomas possam ser os mesmos. Em seguida, explicamos os diferentes sangramentos vaginais que você pode ter durante a gravidez.

Sangramento de nidação

Este tipo de sangramento é o que mais dúvidas cria, uma vez que costuma ser produzido quando uma mulher ainda não sabe se está grávida, sendo muito confundido com a menstruação. O sangramento de nidação é um sintoma que indica a gestação teve início, uma vez que ocorre quando o óvulo já fecundado se une ao útero materno. Pode ser distinguido da menstruação porque o sangramento é mais escasso, costuma ter um tom marrom ou vermelho escuro podendo, normalmente, durar até 5 dias.

Sangramento de escape

O sangramento de escape, também conhecido como spotting, é um sintoma muito comum durante a gravidez. Pode ocorrer desde o princípio da gravidez até antes do parto. O sangramento de escape, como pode surgir no início dessa etapa, pode fazê-la pensar que está menstruando quando, na realidade, a mulher está grávida. Contudo, o sangramento de escape pode ser distinguido da menstruação por ser um sangramento muito leve que pode deixar algumas gotas de sangue na sua roupa interior.

Sangramento vaginal

O sangramento vaginal, assim como o sangramento de escape, pode surgir em qualquer momento da gravidez. Também pode ser confundido com a menstruação por ser um sangramento mais intenso e em que é necessário uma compressa para evitar manchar a roupa interior.

Hemorragias deciduais

Este tipo de sangramento costuma ocorrer no princípio da gravidez. As hemorragias deciduais ocorrem porque as hormonas femininas costumam se destabilizar, fazendo com que a membrana do útero se desprenda. Costumam ocorrer precisamente antes do endométrio se ter unido à placenta por completo.

Causas do sangramento no início da gravidez

Uma vez explicados os diferentes tipos de sangramento que justificam porque grávida não pode menstrual, é necessário esclarecer as diferentes causas que provocam o sangramento.

  • Implantação do óvulo fecundado.
  • Relações sexuais.
  • Mudanças hormonais que afetam o corpo.
  • Mudança no colo do útero situado na parte superior da vagina.

Causas graves dos sangramentos: o óvulo é implantado fora do útero.

  • Gravidez ectópica: o óvulo é implantado fora do útero.
  • Gravidez molar: É formada uma espécie de massa no lugar do feto devido a um erro genético no processo.
  • Aborto espontâneo.

Causas dos sangramentos vaginais tardios na gravidez

O sangramento vaginal que ocorre em etapas mais tardias da gravidez podem ser produzidos por:

  • Relações sexuais
  • Infeção ou insuficiência cervical no colo do útero.
  • Início do parto.

Causas graves deste tipo de sangramentos:

  • Descolamento da placenta: A placenta descola-se parcial ou completamente do útero.
  • Ruptura uterina: rompimento, total ou parcial, das paredes do útero durante o parto.
  • Parto prematuro: ocorre antes da semana 37 de gravidez.
  • Placenta prévia: placenta situada numa parte muito baixa do útero.

Quando consultar o médico devido aos sangramentos vaginais

Embora tenhamos explicado que alguns sangramentos vaginais são muito comuns na gravidez, você deve consultar o seu médico habitual ou de emergência nos seguintes casos, independentemente da fase da gravidez:

  • Se tem sangramento abundante ou muito intenso.
  • Se o sangramento é acompanhado de dores, cólicas abdominais ou dores semelhantes às cólicas menstruais.
  • Se, durante o sangramento, você sofre de algum tipo de enjoo.
  • Se tem dores no abdômen ou na pélvis, independentemente de ser produzido algum tipo de sangramento.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Grávida pode menstruar?, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Grávida pode menstruar?

O que lhe pareceu o artigo?

Grávida pode menstruar?
1 de 3
Grávida pode menstruar?