Partilhar

Quais os sintomas da labirintite

 
Por Paula Cassandra. Atualizado: 16 janeiro 2017
Quais os sintomas da labirintite

Conhecida também como inflamação do labirinto e otite interna, a labirintite afeta o labirinto – o ouvido interno, região da orelha ligada à audição, que possui papel no equilíbrio e na audição, localizado junto ao osso temporal (no crânio). O problema causa uma série de sintomas e saber identificá-los é o primeiro passo para iniciar o tratamento adequado. Para saber quais os sintomas da labirintite, veja as informações que o umComo.com.br reuniu a respeito do tema.

Também lhe pode interessar: Remédios para labirintite

Sinais da crise de labirintite

Entre os sintomas da labirintite mais comuns estão as tonturas e as vertigens, quando tudo ao redor parece girar, e há falta de equilíbrio, ou seja, quando a pessoa não consegue caminhar em uma linha reta. Também é normal que outros sinais do problema acompanhem a pessoa que está passando por uma crise, entre eles, o zumbido no ouvido também é frequente. Ele se trata de um ruído que pode ter origem do próprio ouvido ou da cabeça, podendo provocar um grande incômodo.

Outros sinais são enjoo, vômito, suor excessivo, diminuição da audição e mesmo perda da audição temporária em um só ouvido ou nos dois, alterações gastrintestinais e até mesmo queda de cabelo. Além disso, quem estiver em uma crise pode ter dificuldade em olhar para um determinado objeto em decorrência de movimentos oculares involuntários. Os sintomas do distúrbio podem aparecer de repente e costumam durar minutos ou horas, sendo que pode permanecer até mesmo por dias. Tudo isso varia conforme a intensidade da crise da labirintite.

Quais os sintomas da labirintite - Sinais da crise de labirintite

Causas, fatores de risco e tratamento para labirintite

A medicina ainda não compreende o que causa a labirintite, mas sabe-se que as crises podem aparecer depois de gripes e resfriados, pois é quando ocorrem as infecções e inflamações no ouvido, a exemplo da otite. Nesses casos, o ouvido interno fica irritado, o que pode fazer com que os nervos da região mandem sinais errados para o cérebro como se o corpo estivesse em movimento. Mas como os demais sentidos não percebem o movimento ocorre uma confusão no cérebro, o que afeta principalmente o equilíbrio.

Além disso, existem fatores de risco que aumentam as chances de uma pessoa ter uma crise de labirintite, entre elas, a idade maior do que 40 anos, colesterol, triglicerídeos ou ácido úrico em níveis altos, diabetes, hipoglicemia, hipertensão, excesso de álcool ou cafeína e o fumo. Alguns remédios também podem desencadear as crises, bem como uma alimentação desequilibrada, jejum prolongado e mesmo ingerir muito açúcar.

Em muitos casos, a labirintite desaparece sem tratamento, sendo que se ele for feito consiste em tratar os sintomas. No caso de infecção por bactéria ou por vírus, o mais comum é usar um medicamento que deve ser prescrito unicamente por um médico. Embora o enfermo possa ainda usar fármacos para reduzir as tonturas, nem sempre ele é recomendado, uma vez que a sua ação pode prolongar a duração dos sintomas da labirintite.

Quais os sintomas da labirintite - Causas, fatores de risco e tratamento para labirintite

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais os sintomas da labirintite, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Quais os sintomas da labirintite

O que lhe pareceu o artigo?

Quais os sintomas da labirintite
1 de 3
Quais os sintomas da labirintite

Voltar ao topo da página