Partilhar

Remédios para labirintite

Por Nicolas Santos. Atualizado: 7 fevereiro 2017
Remédios para labirintite
Imagem: labirintiteportal.com.br

A labirintopatia, conhecida na linguagem popular como labirintite, é geralmente uma inflamação que se dá na cóclea (caracol) e no ventrículo, principais componentes do ouvido humano. Ela pode ter causas físicas ou emocionais, podendo ser agravada pela alimentação ou alguns hábitos que favoreçam o estresse e ansiedade. A labirintite tem cura e esta pode vir a partir da mudança de hábitos cotidianos e alimentícios ou, na maioria das vezes, o tratamento necessita da administração de alguns medicamentos.

Neste artigo, umComo.com.br fala sobre os tratamentos e formas de como se curar a labirintite, com foco nos remédios para labirintite.

Também lhe pode interessar: Labirintite tem cura?

Remédios mais usados no tratamento da labirintite

A seguir deixaremos uma lista dos remédios mais usados no tratamento da labirintite, estes, previamente receitados pelos médicos. Porém, mesmo obtendo após a administração do medicamento, para tratar definitivamente a labirintite é essencial descobrir as suas causas.

  • Meclin - Medicamento a base de cloridrato de Meclizina que ajuda a combater o enjoo e a tontura, principais sintomas da labirintite.
  • Vertix - Este é para ajudar a combater os sintomas da parte neurológica da labirintite.
  • Stugeron - Também pode ser encontrado pelo nome de Antigeron, Sinarix, Cinazon e pode engordar.
  • Prometazina - Um dos mais comuns para o tratamento da labirintite
  • Dramin - O Dramin ajuda a reduzir sintomas de tontura e vertigem, também tem propriedades calmantes que podem ajudar o paciente a dormir, aliviando o enjoo.

A maioria destes medicamentos não deve ser utilizado por mais de 60 dias seguidos, se neste período de tempo a doença persistir, o médico responsável deverá procurar outra forma de tentar tratar a doença. A labirintite pode atingir qualquer indivíduo, porém, os que passam diariamente por situações estressantes tem mais chance de desenvolver este doença. Mulheres entre 40 e 60 anos pertencem ao grupo dos mais atingidos pela labirintite.

Estas dicas são apenas complementares, não pense que a leitura deste artigo substituirá uma consulta no médico. A labirintite não é uma doença que pode matar ou gerar alguma complicação grave mas deve ser tratada doravante às necessidades.

Remédios caseiros para a labirintite

Um bom remédio caseiro para a labirintite é a gingko biloba, que pode ser consumida na forma de chá. Confira as propriedades da gingko biloba em nosso site.

Além de ajudar a tratar diversas outras complicações, o chá de gingko biloba ajuda a melhorar a circulação sanguínea, ajudando a combater alguns dos sintomas da labirintite.

Porém, isto deve servir como complemento do tratamento da labirintite e não como substituto, uma vez que ela pode ter diversas causas.

Tratamentos caseiros para a labirintite

O tratamento caseiro para a labirintite consiste numa sequência de hábitos que devem ser adotados se você sofre de crises de labirintite. Além da utilização de remédios caseiros naturais, como alguns tipos de alimentos dos quais citamos de forma detalhada neste artigo: como devo me alimentar se tenho labirintite, confira as dicas!

Pequenos hábitos como o de realizar uma refeição ao menos 4 vezes por dia - em menores quantidades, caso você não queira ganhar peso - ajuda a manter a devida nutrição nos órgãos, principalmente o conjunto deles que se localizam no labirinto, onde a labirintite ataca. Evitar comer muito açúcar e frituras, dormir com um travesseiro elevado e fazer caminhadas regularmente, são mudanças de hábitos que ajudam, e muito, no tratamento da labirintite.

Como evitar as crises de labirintite

Caso você possua labirintite e eventualmente ela se manifesta, ou mesmo se você já começou a tratar a labirintite, neste aparato deixarei dicas de como evitar as crises de labirintite durante ou não o tratamento. Por ser um distúrbio que causa desde vertigem (sensação de que as coisas estão girando) até a sensação de desmaio, existem coisas que podem acabar causando uma crise, como acontece no caso da cinestose - enjoo causado por movimento que causa confusão no cérebro.

Para evitar as crises de labirintite nós recomendamos:

  • Evitar movimentos bruscos e movimentar-se lentamente, o mesmo vale para quando você está dirigindo um carro, por ser um movimento em que o seu corpo permanece parado mas as coisas à sua volta se movimentam rapidamente, pode levar à cinestose e causar uma crise de labirintite;
  • Alimentar-se corretamente;
  • Evitar locais muito iluminados;
  • Evitar assistir filmes 3D e passar muito tempo jogando videogames, principalmente os de FPS (primeira pessoa). Para o caso dos videogames, procure deixar sempre alguma luz acesa no ambiente, nem que seja um abajur, e não faça grandes jornadas de jogatinas sem ao menos um intervalo de 30 minutos a cada hora;
  • Quando se sentir tonto procure se sentar;
  • Evite bebidas alcoólicas e estimulantes, chás mate e refrigerantes;
  • Tente não usar salto altos.

Tente observar, por mais que as vezes não seja assim tão fácil, em uma crise de labirintite, qual foi o causador, se este puder ser identificado. Ao saber o causador, procure informar o seu médico e evitar este tipo de situação novamente. Isto vale, por exemplo, para os casos da labirintite quando é causada por estresse.

Veja também:

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Remédios para labirintite, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Remédios para labirintite

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
luciana
tenho enjoo e desequuilibrio isso e labirintite

Remédios para labirintite
Imagem: labirintiteportal.com.br
Remédios para labirintite

Voltar ao topo da página