Partilhar

Sintomas da menopausa aos 47 anos, o que fazer?

Sintomas da menopausa aos 47 anos, o que fazer?

Em uma sociedade que cultua a juventude, a velhice é temida, sobretudo para as mulheres. A maioria esmagadora de comerciais e propagandas exibe apenas corpos de mulheres magras, atraentes, sem rugas ou cabelos brancos. Por isso, a chegada da menopausa assusta muitas mulheres, pois indica que seu período fértil está chegando ao fim. No entanto, é preciso não se deixar levar pelo, e compreender a menopausa como mais um processo natural do corpo feminino. "Sintomas da menopausa aos 47 anos, o que fazer?" e outras dúvidas serão respondidas neste artigo do umCOMO.

Também lhe pode interessar: Por que ocorre a menopausa precoce

Menopausa, pré-menopausa e climatério

Muitas vezes confunde-se os termos menopausa, pré-menopausa e climatério, conforme artigo publicado na Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste[1]. Para prosseguir a discussão, é preciso deixar claro o que é o quê:

  • Pré-menopausa: de acordo com o ginecologista Rogério Bonassi Machado, em entrevista à revista Saúde[2], esta é a fase que se apresenta em geral após os 40 anos, em que a fertilidade da mulher diminui significativamente. É muito difícil, portanto, ter uma gravidez na menopausa.
  • Menopausa: é a última menstruação da mulher.
  • Climatério: o climatério é o que popularmente se conhece como menopausa, ou seja, o período em que a mulher passa por alterações hormonais e apresenta sintomas.

Com quantos anos a menstruação começa a falhar?

Depende de cada organismo. De acordo com artigo publicado por especialistas da Universidade Estadual de Campinas[3], realizado por amostragem, a idade mínima para ocorrer a menopausa (última menstruação da mulher) é aos 28 anos, e a idade máxima é de 58 anos. Os pesquisadores concluíram que a idade média de ocorrência da menopausa entre as mulheres brasileiras é aos 51 anos.

Portanto fique tranquila, leitora: ter sintomas da menopausa aos 42 anos, sintomas da menopausa aos 52 anos, sintomas da menopausa aos 40 anos, sintomas da menopausa aos 50 anos... tudo isso é normal e não há razões para se afligir. Você está dentro da média brasileira.

Leitura complementar: Com que idade começa a menopausa

Quais são os sintomas da menopausa?

A menopausa é a última menstruação da mulher, e o que popularmente chamamos de menopausa é, na verdade, o climatério. São sintomas do climatério, segundo pesquisadores da Universidade de Lisboa[4]

  • Sudorese;
  • Sensação de calor excessivo;
  • Secura vaginal;
  • Infecções urinárias;
  • Alterações no humor;
  • Problemas para dormir;
  • Problemas de memória;
  • Libido baixa;
  • Enxaqueca.

Para dar fim a esses sintomas, confira nosso artigo como amenizar os sintomas da menopausa. Para sintomas da menopausa e tratamento natural, leia nossas dicas sobre plantas medicinais para a menopausa.

Sintomas da menopausa aos 47 anos, o que fazer?

Em qualquer idade há tratamentos para a menopausa. Em primeiro lugar, essa fase da vida da mulher não deve ser vista como um tabu - assim como a primeira menstruação e a gravidez, trata-se de apenas mais um ciclo natural. No entanto, segundo artigo publicado na Revista da Associação Médica Brasileira[5], as mulheres que conseguiam manter uma melhor qualidade de vida durante a menopausa eram aquelas que:

  • Praticavam atividade física com frequência;
  • Tinham uma vida sexual ativa;
  • Possuíam maior grau de estudo;
  • Não possuíam doenças prévias à menopausa.

Portanto, ao notar os sintomas da menopausa, busque por exercício físico e também incrementar sua vida sexual. Isso só lhe trará benefícios:

Atenção: os pesquisadores não observarem melhora nos sintomas da menopausa entre as mulheres que faziam reposição hormonal. Contudo, ao notar que a menopausa se aproxima, consulte seu ginecologista e converse com ele sobre quais são as melhores opções para o seu corpo. O cuidado médico especializado é essencial.

Como a menopausa precoce afeta a fertilidade

As mudanças hormonais que levam à menopausa são esperadas pelas mulheres com verdadeiro receio, mas quando se apresentam antes dos 40 anos não só são causa de surpresa, mas também de preocupação para as moças que ainda não são mães ou que planejam sê-lo novamente. Entenda como a menopausa precoce afeta a fertilidade.

Causas da menopausa precoce

Mesmo que ainda não tenham sido determinadas todas as possíveis causas que podem fazer com que este processo hormonal seja desencadeado antes do tempo, sabe-se que os fatores hereditários, as alterações genéticas, as doenças como a diabetes ou o lúpus e os procedimentos como a esterilização por meio do ligamento de trompas, a quimioterapia ou radioterapia podem influenciar fazendo com que os níveis de estrogênio no corpo comecem a diminuir, o que produz a menopausa antes dos 40 anos.

Sintomas da menopausa precoce

As mulheres que sofrem de menopausa precoce sofrem os sintomas já conhecidos:

  • Menstruações irregulares, ausentes por meses ou muito desordenadas.
  • Mudanças físicas e de comportamento devido à diminuição de estrogênio, como calores, dores de cabeça, irritabilidade, mudanças de humor e sensibilidade.

Menopausa precoce, posso engravidar?

Entre os primeiros sintomas da menopausa e o desaparecimento completo da menstruação existe um período chamado climatério que se prolonga por anos e é o que marca a distância entre a vida reprodutiva feminina e a impossibilidade de ter filhos, pois no final o ovário deixará de ovular, o que impossibilita a gravidez. Se a menopausa precoce for detectada a tempo recorrendo às técnicas de reprodução assistida o casal poderia ter a possibilidade de conseguir uma gravidez bem-sucedida graças à doação de óvulos ou à vitrificação dos mesmos.

Doação de óvulos

Este procedimento é muito usado não só por mulheres que sofrem de menopausa precoce, mas também por aquelas que sofrem de diversos transtornos reprodutivos ou desejam ficar grávidas após os 45 anos. Consiste na fertilização de óvulos de uma doadora com o esperma do companheiro para depois implantar na mulher através da fertilização in vitro. A doadora submete-se a uma série de exames rigorosos para garantir a qualidade dos óvulos enquanto a receptora prepara o corpo por meio de hormônios, deste modo o útero estará pronto para receber o embrião.

Vitrificação dos óvulos

Já este processo consiste em realizar uma estimulação hormonal à paciente com o fim de que produza óvulos de qualidade para depois os extrair mediante uma punção ovariana e passar a armazená-los em uma solução a baixas temperaturas onde poderão ser mantidos por tempo indefinido. Deste modo, com os próprios óvulos procede-se a realizar a fertilização enquanto se prepara o útero da mulher para receber o embrião e obter assim uma gravidez bem-sucedida.

Consulte seu médico

Ir anualmente ao seu check-up ginecológico é de grande importância para garantir que tudo vai bem e detectar qualquer possível anomalia. Se repentinamente você notou que seus períodos se tornaram irregulares e sente algumas alterações físicas ou psicológicas procure seu médico. Se já tiver sido diagnosticada com menopausa precoce também é importante procurar a ajuda de um especialista a fim de obter orientação.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Sintomas da menopausa aos 47 anos, o que fazer?, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Referências
  1. NOGUEIRA VALENÇA, C., & MEDEIROS GERMANO, R. (2010). CONCEPÇÕES DE MULHERES SOBRE MENOPAUSA E CLIMATÉRIO. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, 11 (1), 161-171.
  2. Revista Saúde. Disponível em: https://saude.abril.com.br/bem-estar/menopausa-ou-climaterio/
  3. PEDRO, Adriana Orcesi et al . Idade de ocorrência da menopausa natural em mulheres brasileiras: resultados de um inquérito populacional domiciliar. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro , v. 19, n. 1, p. 07-25, Feb. 2003 .
  4. FAGULHA, Teresa; GONCALVES, Bruno. Menopausa, sintomas de menopausa e depressão: Influência do nível educacional e de outras variáveis sociodemográficas.Psicologia, Lisboa , v. 19, n. 1-2, p. 19-38, 2005.
  5. DE LORENZI, Dino Roberto Soares et al . Fatores associados à qualidade de vida após menopausa. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo , v. 52, n. 5, p. 312-317, Oct. 2006.

Escrever comentário sobre Sintomas da menopausa aos 47 anos, o que fazer?

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Janaina Ferreira
Adorei o artigo! Muito bom!

Sintomas da menopausa aos 47 anos, o que fazer?
Sintomas da menopausa aos 47 anos, o que fazer?

Voltar ao topo da página