A infeção bacteriana

Celulite facial: Sintomas e tratamento

 
Paula Cassandra
Por Paula Cassandra. Atualizado: 22 março 2018
Celulite facial: Sintomas e tratamento

Quando ocorre uma infecção por bactéria no rosto é possível que a pessoa desenvolva a chamada celulite facial, que pode ser grave se não for tratada. Para o ajudar a identificar o problema e poder buscar o melhor tratamento confira todas as informações que o umComo.com.br tem para dar sobre celulite facial, os seus sintomas e tratamento.

O que é celulite facial e quais os sintomas

A celulite facial é basicamente uma infecção bacteriana que na maioria das vezes resolve-se sozinha, uma vez que os mecanismos de defesa do organismo conseguem dar conta do problema. Porém, conforme a profundidade que a bactéria chegar ao corpo pode complicar o quadro. As bactérias que causam a celulite facial entram no organismo quando existe uma picada de mosquito, ferida, corte no rosto ou mesmo quando há um dente com cárie ou quando são colocados implantes dentários.

Os sintomas mais comuns do problema são os abcessos (acúmulo de pus) que caracteriza as inflamações, inchaço, dor na região, vermelhidão e estrias que se estendem a partir da origem do problema. A pele no local também pode se tornar escamosa, quente e sensível e o edema pode aumentar de tamanho de forma gradativa. Também existem sintomas menos frequentes, mas que vale a pena citar, entre eles, dor de cabeça, febre, sonolência, vômitos e irritabilidade.

Quando o quadro está evoluído pode apresentar ainda perda de peso, dificuldade de caminhar, fraqueza nas pernas ou braços, crises epilépticas, pescoço rígido e distorções visuais. Se a celulite facial for do tipo angina de Ludwig pode haver ainda confusão mental e dificuldade respiratória, indicando que o caso está gravíssimo.

Em geral, esse quadro ocorre quando a bactéria entra no organismo em decorrência de um trauma nos dentes. Outra forma muito grave do problema é a chamada trombose do seio cavernoso, relativamente rara, sendo que essa acontece ao redor dos olhos e nariz. Embora a celulite facial seja mais frequente nas crianças, qualquer pessoa está sujeita a ter o problema.

Celulite facial: Sintomas e tratamento - O que é celulite facial e quais os sintomas

Tratamento e prevenção da celulite facial

O melhor tratamento para celulite facial vai depender do estágio em que a infecção se encontrar, sendo que é bastante comum o uso de antibióticos orais, os quais devem ser unicamente receitados por um médico. Para complementar, é indicado ainda fazer compressas quentes para reduzir o inchaço local, sendo que pode ser preciso fazer também incisões e drenagem para remover o edema que se forma na região inflamada.

Já quando a situação está mais grave pode ser preciso o uso de antibióticos por via intravenosa. Outros tratamentos incluem medicamentos tópicos, como cremes bactericidas. Os suplementos vitamínicos também podem fazer parte do tratamento, inclusive, os ricos em zinco e nas vitaminas C e E, que são eficientes para ajudar a pele a se recuperar, bem como fortalecer o organismo. Como complemento, pode ser feito também acupuntura.

Para aumentar a imunidade outra dica é usar o medicamento fitoterápico de chinacea ou de raiz de goldenseal. No entanto, mesmo havendo esses métodos mais naturais é importante tratar com antibióticos a infecção, para que a mesma não se alastre pelo organismo. Além disso, é possível prevenir a celulite facial e isso consiste em sempre deixar as feridas e machucados bem limpos, bem como não ficar mexendo com as unhas, as quais pode contaminar ainda mais o local. Os pacientes imunodeprimidos e com diabetes devem ter ainda mais cuidado, pois estão mais suscetíveis ao problema.

Veja também: Celulite bacteriana tem cura? - Sintomas e tratamento

Celulite facial: Sintomas e tratamento - Tratamento e prevenção da celulite facial

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Celulite facial: Sintomas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 3
Celulite facial: Sintomas e tratamento