menu
Partilhar

Como curar a vaginose bacteriana

Por Redação umCOMO. Atualizado: 17 fevereiro 2021
Como curar a vaginose bacteriana

Entre as infecções vaginais mais comuns, encontramos a vaginose bacteriana que é causada por um desequilíbrio da flora bacteriana da mulher. Ainda que a ciência exata não saiba o porquê desta proliferação de micro-organismos daninhos na área vaginal e ainda que existam formas de prevenir a vaginose, a verdade é que ocorre com frequência nas mulheres entre 15 e 44 anos. Neste artigo de umComo explicamos com detalhe como curar a vaginose bacteriana.

Também lhe pode interessar: Remédios caseiros para a vaginose bacteriana

Sintomas da vaginose bacteriana

É importante destacar que, apesar de ser uma das infecções vaginais que as mulheres podem sofrer mais frequentemente, a vaginose bacteriana pode não provocar sintomas. Deste modo, nos casos assintomáticos, a única forma de detectar este tipo de infecção, será através de uma exploração ginecológica e a realização de exames como uma análise da secreção vaginal junto com o exame de papanicolau ou citologia vaginal. Por isso, entre outros motivos, é fundamental ir ao médico especialista com a assiduidade necessária.

Dessa forma, há algumas mulheres que sofrem de sintomas derivados da vaginose bacteriana e os mais comuns são:

  • Secreção vaginal anormal e abundante
  • Alteração da cor do fluxo vaginal
  • Cheiro intenso e desagradável das secreções vaginais
  • Mudanças na consistência e aspecto do fluxo
  • Irritação, coceira e/ou ardor vaginal
  • Ardor e incômodos ao urinar

Tratamento da vaginose bacteriana

Se você acredita que sofre desta infecção vaginal ou ela foi detectada durante um exame ou visita periódica, deverá ser tratada pelo ginecologista ou médico especialista. E embora às vezes possa desaparecer sem tratamento, este tipo de doença só pode ser curada com medicamentos antibióticos.

Deste modo, deverá tomar os fármacos que o médico receitar, seguindo todas as instruções da posologia, hora do dia, etc. e, sobretudo, quanto à duração do tratamento. Ainda que os sintomas tenham desaparecido ou não sinta dores, deverá acabar os antibióticos para que sejam realmente eficientes.

Prevenção da vaginose bacteriana

É fundamental ter em conta determinadas recomendações para evitar contrair esta infecção vaginal bem como as demais patologias bacterianas. Para isso, devem ser seguidas determinadas medidas higiênicas que requerem a lavagem diária da zona íntima com produtos especialmente fabricados para esta área. Também será fundamental controlar a umidade da zona vaginal para evitar as bactérias que possam proliferar. Recomendamos que você consulte nosso artigo sobre como prevenir a vaginose bacteriana, onde encontrará todos os detalhes.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como curar a vaginose bacteriana, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
adriana
ouso de vinagre em banhos e bom para curar a gadinerella
Redação umCOMO (Editor/a de umCOMO)
Olá Adriana, nesse link pode ver o tratamento para a gardnerella: http://saude.umcomo.com.br/articulo/como-tratar-a-gardnerella-4204.html Obrigada pelo comentário e continue a acompanhar-nos! ;)

Como curar a vaginose bacteriana
Como curar a vaginose bacteriana

Voltar ao topo da página