Partilhar

Corrimento marrom claro, o que pode ser?

 
Por Yasmin Fonseca. 22 março 2019
Corrimento marrom claro, o que pode ser?

Corrimentos vaginais são comuns e estão entre as causas mais frequentes de desespero que levam mulheres a marcar uma consulta ao ginecologista, principalmente quando o líquido possui odor desagradável e cor fora do usual. Um dos corrimentos mais frequentes é o de cor marrom, que pode tanto ser sinal de doenças como de desequilíbrios hormonais. Se você quer saber o que pode ser corrimento marrom claro, conheça 4 causas nesse artigo do umCOMO!

Corrimento marrom claro: escape

O sagramento de escape ocorre em razão da baixa quantidade de estrogênio, hormônio necessário para manter o estímulo endometrial[1], resultando em um corrimento marrom claro e cólica. A coloração diferenciada desse tipo de sangramento é justificada pela pequena quantidade de sangue, que acaba coagulando e mudando de tonalidade antes de atingir a superficie.

O corrimento marrom e sangue resultante da alteração hormonal não deve ser motivo de preocupação caso ocorra de forma esporádica, principalmente quando a mulher toma anticoncepcionais hormonais, entretanto, caso se torne frequente é necessário consultar um médico.

As principais causas do sangramento de escape são:

  • Uso de anticoncepcionais hormonais;
  • Gravidez;
  • Tabagismo.

Em caso de uso de métodos contraceptivos, uma simples troca é suficiente para estancar o sangramento e evitar que ocorra novamente.

Gonorreia e corrimento marrom claro

A gonorreia é uma doença causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae[2]. Tendo como principal sintoma o corrimento de cor amarelada ou marrom de odor desagradável, essa é a segunda doença sexualmente transmissível mais comum do mundo[3].

Além do característico corrimento, a gonorreia tem como sintomas:

  • Dor e incômodo ao urinar;
  • Sangramento desregulado;
  • Dores no abdômen e na cavidade pélvica.

Atingindo outras regiões do corpo, a doença pode causar secreção anal, nos olhos e na garganta, além de dores em articulações e febre. Se não tratada, a gonorreia pode causar infertilidade na mulher, sendo também um facilitador para contágio de outras doenças como a AIDS.[2]

Tratamento

Por ser causada por uma bactéria, a gonorreia é tratada com antibióticos como a Amoxicilina e a Penicilina, entretanto, é necessário que o infectado passe por uma avaliação médica não apenas para confirmar a doença como para que seja recomendado o melhor medicamento para o caso.

Síndrome dos ovários policísticos (SOP) e corrimento marrom claro

A Síndroma dos Ovários Policísticos, também conhecida como SOP, é uma doença caracterizada pela formação de diversos cistos no útero e que é causada por desregulamentos endocrinológicos comum em mulheres férteis[4], podendo causar diversos sintomas, dentre os quais, o corrimento de cor marrom.

A causa da síndrome ainda não foi descoberta pela ciência e as suspeitas indicam ser algo genético. Alguns dos sintomas da SOP são:

  • Aumento ou diminuição do peso;
  • Crescimento de pelos corporais;
  • Menstruação irregular;
  • Mau odor corporal;
  • Acne.

A doença não tem dura mas seu tratamento é geralmente feito com o uso de anticoncepcionais hormonais, visando diminuir os sintomas.

Veja também como saber se tenho cistos no ovário.

Vaginose

Vaginoses são infecções causadas pelo desequilíbrio do pH vaginal, o que permite que bactérias e fungos cresçam na cavidade vaginal. As vaginoses mais comuns são:

  • Candidíase: causada pela propagação do fungo Candida Albicans[5], a candidíase é uma vaginose muito comum caracterizada pela produção de corrimento esbranquiçado de odor desagradável e que pode se tornar marrom claro em razão do contato com pequenas quantidade de sangue. O tratamento da doença é realizado por meio de pomadas antifúngicas;
  • Vaginose bacteriana: diversas bactérias podem causas vaginoses, sendo as mais comuns a Gardenerella, a Prevotella e a Mobiluncus spp[5]. Por ser causada por bactérias, as vaginoses são tratadas com antibióticos.

As vaginoses são propensas a urgirem quando há queda sistema imunológico e podem ser sexualmente transmissíveis.

Outras causas menos comuns para corrimento marrom claro

  • Menstruação: corrimento marrom claro antes da menstruação ou depois é comum e ocorre apenas em razão do baixo fluxo nos dois extremos do período;
  • Gravidez: corrimento marrom claro na gravidez durante o primeiro trimestre é um sintoma normal e não deve gerar preocupações;
  • Menopausa: assim como outras alterações hormonais, a menopausa pode causar pequenos sangramentos;
  • Relações sexuais frequentes: em razão da fricção, relações sexuais muito intensas ou frequentes podem gerar sangramentos;
  • Alergia a preservativos: em razão da irritação causada na mucosa vaginal, a alergia ao látex que compõe preservativos pode causar sangramentos.

Leia também: Corrimento marrom antes da menstruação pode ser gravidez?

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Corrimento marrom claro, o que pode ser?, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Referências
  1. MACHADO, L. V. Sangramento Uterino Disfuncional. Serviço de Ginecologia, Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abem/v45n4/a10v45n4.pdf. Acesso em: 21/03/2019.
  2. PENNA, G. O., HAJJAR, L. A., MAGALHÃES, T. Gonorréia. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsbmt/v33n5/3125.pdf. Acesso em: 21/03/2019.
  3. https://www.bbc.com/portuguese/geral-47250839
  4. SILVA, R. do C. PARDINI, D. P., KATER, C. E. Síndrome dos Ovários Policísticos, Síndrome Metabólica, Risco Cardiovascular e o Papel dos Agentes Sensibilizadores da Insulina. Disciplina de Endocrinologia da Universidade Federal de São Paulo. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abem/v50n2/29311.pdf. Acesso em: 21/03/2019.
  5. http://centreplanif.chru-lille.fr/doc/InfectionssexuellementtransmissiblesetSIDA/64292_1lesperte.pdf

Escrever comentário sobre Corrimento marrom claro, o que pode ser?

O que lhe pareceu o artigo?

Corrimento marrom claro, o que pode ser?
Corrimento marrom claro, o que pode ser?

Voltar ao topo da página