menu
Partilhar

Febre após cirurgia, é normal?

 
Por Letícia Lima. Atualizado: 28 junho 2019
Febre após cirurgia, é normal?

Quando algum de nós se submete a uma intervenção cirúrgica, isso já indica que nosso caso é um pouco mais grave do que normalmente seria desejado. Nos aspectos pós operatórios, sempre desejamos que tudo corra bem e que nosso organismo possa se recuperar sem grandes problemas. Por isso, quando se tem uma febre ou alguma outra complicação física logo após fazer uma cirurgia, muitas pessoas ficam preocupadas e com medo de ter que passar por um novo procedimento médico. Sabemos que a febre é uma reação normal do corpo humano, mas é normal ter febre após uma cirurgia? Ter febre após cirurgia é relativamente normal e atinge cerca de 15% das pessoas que passam por algum tipo de intervenção cirúrgica. Continue lendo este artigo do umCOMO para saber mais.

Também lhe pode interessar: Como é o mosquito da febre amarela

Febre após cirurgia

Em primeiro lugar, precisamos entender o que é a febre: trata-se de um aumento da temperatura corporal a fim de combater algum vírus ou bactéria que tenha entrado no organismo, com o objetivo de parar esse processo infeccioso. Sendo a temperatura normal do corpo humano 36º C, a febre estaria acima disso (37ºC já é considerado febre, por exemplo).

Apesar de ser benéfica ao corpo, uma vez que indica que seu organismo está se esforçando para combater um agente invasor, ter febre é muito desagradável. Essa é uma das razões para o uso de remédios que reduzem a febre (como paracetamol e dipirona, por exemplo) ser tão comum. Confira alguns truques para baixar a febre nesse artigo.

Febre após cirurgia é normal

É preciso lembrar que quando você passa por uma cirurgia, seu corpo ficou temporariamente exposto e, no pós operatório, as inflamações são mais frequentes. Dessa forma, ter febre após uma cirurgia é relativamente normal e atinge cerca de 15% das pessoas que passam por algum tipo de intervenção cirúrgica.

No entanto, é muito importante ficar atento a quando a febre após uma cirurgia se manifesta: se for nas primeiras quarenta e oito horas logo após o procedimento cirúrgico, trata-se de uma condição normal. Contudo, se ela persistir após os primeiros dois dias, há chances de que seu organismo esteja infeccionado. Nesse caso, você deve procurar seu médico para realizar exames (análise de urina, de sangue, entre outros).

Febre no pós operatório: cirurgias mais comuns

Algumas cirurgias costumam ter mais incidência de febre no pós operatório do que outras. Vamos ver as cirurgias mais comuns a seguir:

  • Febre após cirurgia de apendicite: a apendicite é caracterizada por uma inflamação no apêndice. Em geral, o pós operatório da cirurgia de apendicite não possui muitas complicações e casos de febre são raros. Veja como comer depois de uma apendicite.
  • Febre após cirurgia de hérnia: as hérnias são pequenos nódulos que causam profundos incômodos e dores. Após cirurgia de hérnia não é comum ter febre - no entanto, se ela aparecer, é necessário procurar urgentemente o médico que irá pedir um exame de sangue. Através do exame, seu médico poderá avaliar sua quantidade de glóbulos brancos para detectar se há ou não uma infecção.
  • Febre após cirurgia de fêmur: uma febre após cirurgia de fêmur é normal se ocorre nas primeiras quarenta e oito horas do pós operatório. Após esse período, se persistir, é possível que seu organismo tenha sido acometido por uma infecção. Procure um médico!
  • Febre após cirurgia de intestino: em geral, as cirurgias de intestino são pouco invasivas para o paciente. Nesse caso, os casos de febre são menos comuns. Continua valendo a regra das quarenta e oito horas: se a febre não baixar, volte ao hospital e aguarde exames.
  • Febre após cirurgia de vesícula: uma cirurgia de vesícula pode levar a infecções e hemorragias. Nesse caso, apesar de as complicações pós operatórias serem raras, é bom ficar atento. Procure seu cirurgião caso tenha febre!
  • Febre após cirurgia de joelho: vermelhidão, inchaço no joelho e febre são sinais de infecções de pós operatório do joelho. Você deve voltar ao hospital tão rápido quanto perceber os sintomas para evitar maiores transtornos.
  • Febre após cirurgia plástica: as cirurgias plásticas são muito invasivas e submetem o corpo a uma enorme carga de estresse. Caso você tenha dor, febre e inchaço na região onde colocou a prótese, é bem provável que também tenha contraído uma infecção.
  • Febre após cirurgia de histerectomia: a histerectomia (ou retirada do útero) é uma cirurgia em que há muitos relatos de febre no pós operatório. É muito importante procurar um hospital caso seu desconforto seja persistente. Veja quais as consequências da retirada do útero nesse artigo.

Veja também: Quanto tempo depois de uma cirurgia posso ter relação? - Vida sexual no pós-operatório

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Febre após cirurgia, é normal?, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Febre após cirurgia, é normal?
Febre após cirurgia, é normal?

Voltar ao topo da página