menu
Partilhar

Lexapro - Indicações, uso e efeitos

Por Vanessa Lopes. Atualizado: 20 janeiro 2021
Lexapro - Indicações, uso e efeitos
Imagem: cura-depresion.com

Foi lhe receitado Lexapro? Em umComo vamos explicar as indicações, posologia, efeitos colaterais, contra-indicações e outras informações do Lexapro. Lexapro é um medicamento antidepressivo, que atua como inibidor da recaptação da serotonina, aumentando assim a sua atividade no sistema nervoso central. Este medicamento, de solução oral, tem como substância ativa o oxalato de escitalopram e está disponível em comprimidos.

Também lhe pode interessar: Zoloft - Indicações, uso e efeitos

Indicações

Lexapro é indicado para o tratamento de depressão bem como prevenção de recorrência da condição, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno do pânico, com ou sem agorafobia, transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e transtorno de ansiedade social.

Posologia

Dependendo do transtorno a tratar, a dose de Lexapro pode variar. Por isso, deve seguir sempre as indicações do seu médico quanto às doses, horários e duração do tratamento com o medicamento.

Para o tratamento de depressão e prevenção de recaídas, a dose inicial recomendada é de 10 mg/dia. Consoante a resposta do paciente ao medicamento, esta dose pode ser aumentada gradualmente até um máximo de 20 mg/dia. Normalmente, começam a notar-se os efeitos do Lexapro logo após 2-4 semanas. Após existir uma melhor nos sintomas, é necessário continuar com o tratamento por norma mais 6 meses.

No tratamento do transtorno de ansiedade generalizada, a dose inicial recomendada de Lexapro é também de 10 mg/dia. Caso seja necessário, a dose pode ser aumentada até um máximo de 20 mg/dia. O tratamento com o medicamento por 6 meses pode ser necessário, para evitar possíveis recaídas. No entanto, o seu médico deve fazer uma avaliação periódica para determinar a duração do tratamento.

Em casos de transtorno de pânico, recomenda-se iniciar o tratamento com 5 mg/dia durante a primeira semana. Após a primeira semana, a dose pode ser aumentada para 10 mg/dia. Depois dependendo da resposta do paciente, pode se aumentar a dose até um máximo de 20 mg/dia. Após 3 meses pode notar os resultados.

Para o tratamento do transtorno obsessivo compulsivo (TOC), a dose inicial recomendada é de 10 mg por dia. Depois consoante a resposta do paciente, esta dose pode ser aumentada até um máximo de 20 mg/dia ou diminuída para 5 mg/dia.

No caso do transtorno de ansiedade social, recomenda-se iniciar o tratamento com uma dose de 10 mg por dia. Esta dose pode ser depois aumentada até um máximo de 20 mg por dia ou diminuída para 5 mg por dia, dependendo da resposta do paciente. Para notar os efeitos do medicamento são necessárias entre 2-4 semanas de tratamento. Normalmente são necessários pelo menos 3 meses de tratamento.

Os comprimidos devem ser tomados com água, com ou sem alimentos. Lexapro deve ser tomado em dose única a qualquer altura do dia.

Lexapro - Indicações, uso e efeitos - Posologia
Imagem: webmd.com

Efeitos colaterais

Como qualquer outro medicamento, também o Lexapro pode causar efeitos indesejados como: náuseas, congestão nasal, tonturas, sonolência, diarreia, sudorese aumentada, prisão de ventre, insônia, diminuição da libido, disfunção erétil, alteração no paladar, diminuição do apetite, sinusite, anorgasmia e bocejos.

Contra-indicações

Lexapro é contra-indicado a pacientes com hipersensibilidade ao oxalato de escitalopram ou a qualquer outro componente da fórmula do medicamento. Pacientes que estejam tomando inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) não devem tomar Lexapro em simultâneo.

Durante o período de amamentação, Lexapro não deve ser tomado pois a substância ativa pode ser excretada para o leite materno. Durante a gravidez, o medicamento só deve ser usado após uma avaliação do risco-benefício e se o médico considerar necessário.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Lexapro - Indicações, uso e efeitos, recomendamos que entre na nossa categoria de Medicamentos e Suplementos.

Conselhos
  • Consulte sempre o seu médico antes de tomar qualquer medicamento.
  • Não pratique automedicação!

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Lexapro - Indicações, uso e efeitos
Imagem: cura-depresion.com
Imagem: webmd.com
1 de 2
Lexapro - Indicações, uso e efeitos

Voltar ao topo da página