Como brincar com uma criança autista


Como brincar com uma criança autista

As pessoas (pais, familiares, amigos, tutores) que convivem diariamente com crianças autistas, muitas vezes perguntam-se como conseguir interagir com eles e especialmente como brincar. É importante favorecer a comunicação e o sentimento de dependência, uma vez que é um dos maiores problemas de conduta e comportamento que apresentam. A empatia e os laços sociais são muito importantes de trabalhar desde bem pequenos, e o jogo é a melhor forma de o fomentar. Por isso, em umComo.com.br damos-lhe alguns conselhos e jogos para que saiba como brincar com uma criança autista.

Foto: wuole.com

  • Há que ter em conta


    É conveniente ressaltar, antes de continuar, que cada criança é diferente, mas as características mais comuns produzem-se pelo desvio de uns padrões normais de desenvolvimento. Especialmente, em três áreas fundamentais: relações sociais e interação, linguagem e comunicação e atividades e interesses.

    Sabendo isto, como podemos brincar com uma criança autista? Quais são os jogos mais indicados? Como em todos os meninos e meninas, os jogos dependem da idade e do desenvolvimento evolutivo que apresentam, portanto, isto também é muito importante ter em conta. O objetivo é conseguir uma boa ligação com a criança autista.

  • Para crianças dos 0 aos 3 anos:


    • Com cerca de sete ou oito meses de idade, fazer o jogo de levantar o bebê ao ar, apanhá-lo, voltá-lo a levantar com pequenos saltos. Movimentos que o bebê antecipará com alegria.
    • "Os lobos e as palmas" são canções adequadas que se fazem com as mãos que faz a mãe ou pessoas próximas. É bom para as crianças autistas porque em certas ocasiões sentem rejeição ao utilizar as suas próprias mãos e assim motivamo-los a usá-las e a não as esconderem.
    • Jogos de saias, estabelecendo um ambiente intimidade, de criatividade e de proximidade, ajudando a melhorar a linguagem.
  • Para crianças de mais de três anos:


    • Jogo de pegar. Dá muita vitalidade e muitas vezes são os primeiros jogos que motivam a criança a continuar a brincar, uma vez que aumenta a "escapar" e melhora a relação quando a criança vai melhorando nos seus vínculos sociais, melhorando assim a confiança.
    • O esconder é muito benéfico, porque trabalham-se as ansiedades da separação, da perda, mas o mais importante, a alegria do encontro.
    • Ver e ler contos. Reforça a abordagem, o pensamento e a linguagem, ajudando a que a criança pouco a pouco vá prestando atenção.
    • Jogo da bola. Passar a bola não é fácil para um menino ou menina que tem problemas de comunicação e de relação. Por isso, é muito importante realizar este jogo, porque realizam trocas de olhares, ficam atentos ao receber a bola e ao lançá-la, a coordenação dos olhos - manual, a destreza nas mãos, e o mais importante, a interação com o outro.
    • Andar de bicicleta. É uma atividade que lhes serve como jogo, entretêm-se, fomentam a habilidade e além disso promove uma certa maturidade porque tem que fazer força para pedalar, manter o equilíbrio, etc.
    • Vídeo jogos de consola ou computador. Proporciona-lhes "ginástica mental", desfrutando e mantendo uma certa igualdade com as outras crianças.
    • Jogos competitivos. Muitas vezes, as crianças com autismo não entendem o ganhar e perder, estando mais atentos ao sensorial e deixando de lado as instruções, os valores e o significado. Servem para criar uma abertura para a relação lúdica.
  • Se deseja ler mais artigos parecidos a como brincar com uma criança autista , recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças do desenvolvimento .

Comente, dê a sua opinião, pergunte sobre como brincar com uma criança autista :


                

1 comentário


28-07-2014 Eleonora Maria Siqueira de Araújo disse:
Meu aluno é autista ele tem 7 anos qual é como posso brincar com ele
Vídeos em destaque
Rainbow Loom Magia revelada Desenhos dos Minions Experiências