Partilhar

Aspirina - Indicações, uso e efeitos

Por Nicolas Santos. Atualizado: 31 janeiro 2018
Aspirina - Indicações, uso e efeitos
Imagem: elcuerpo.es

Aspirina é um medicamento cujo princípio ativo é o ácido acetilsalicílico. A solução da aspirina é utilizada através da ingestão oral. Cada embalagem de Aspirina contém cerca de 500 mg de ácido acetilsalicílico, que podem ser encontrados em embalagens de 4 a 20 comprimidos. A Aspirina se enquadra no grupo dos analgésicos e antipiréticos, muito utilizada para dores corporais, de cabeça e de dente. Para mais informações a respeito da aspirina, continue lendo este artigo em umComo: Aspirina - indicações, uso e efeitos.

Também lhe pode interessar: Metronidazol - Indicações, uso e efeitos

Indicações da Aspirina

Aspirina é indicada para aliviar dores de intensidade moderada e ligeira, como por exemplo:

A Aspirina também pode ser utilizada em estados febris, como em resfriados ou gripe. Nestes casos, pode ser utilizada de forma complementar para eliminar alguns dos sintomas deixados por estas doenças.

Aspirina - Modo de uso

A Aspirina deve ser usada sob prescrição médica. Os seus comprimidos devem ser ingeridos após as refeições, de preferência, desta forma, reduzindo a inflamação no estômago. O modo de uso da aspirina varia para adultos e crianças, e deve ser da seguinte forma:

Modo de uso da Aspirina para crianças:

  • Ação analgésica e antitérmica - 10 a 15 mg por quilograma de peso corporal, a cada 6 horas.
  • Ação antirreumática - 8 a 10 mg para cada quilograma de peso corporal, por dia.

Modo de uso da Aspirina para adultos:

  • Ação analgésica ou antitérmica - 325 a 650 mg a cada 4 ou 6 horas
  • Ação antirreumática - 350 a 550 mg por dia

Aspirina - Efeitos colaterais

A aspirina contém alguns efeitos colaterais dos mais comuns entre os analgésicos fracos e antipiréticos, entre eles, incluímos:

  • Dores abdominais e gastrointestinais;
  • Má digestão;
  • Tempo de sangramento prolongado (por isso não deve ser consumida junto com alimentos que deixam o sangue mais fluído, ex.: Manga)
  • Náuseas;
  • Coceira e inchaço na pele;
  • Congestão nasal.

Aspirina - Contraindicações

A Aspirina é contraindicada para pacientes que possuam hipersensibilidade a qualquer um dos componentes do AAS, principalmente ao ácido acetilsalicílico ou salicilatos. Para além disso, a Aspirina também é contraindicada em pacientes:

  • Com tendências para sangramentos;
  • Que passam por tratamentos com metotrexato;
  • Que se encontram no último trimestre da gravidez;
  • Com úlceras no intestino ou estômago;
  • Gravemente insuficientes hepáticos, cardíacos ou renais.

Por estes motivos, é sempre recomendado consultar o médico antes de tomar qualquer medicamento, até mesmo a Aspirina, ácido acetilsalicílico, conhecida como um remédio genérico; para qualquer dor. Pacientes com histórico de úlceras, sangramentos gastrointestinais, problemas no coração, figado ou rins ou doenças respiratórias devem sempre consultar o médico antes de tomar Aspirina.

Entenda: Aspirina aborta mesmo? Todas as dúvidas

Preço da Aspirina

O preço da Aspirina varia consoante a embalagem e o local que você compra. Existem aspirinas de diferentes qualidades e especialidades. No geral, o preço varia entre 0,50 e 45 R$.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Aspirina - Indicações, uso e efeitos, recomendamos que entre na nossa categoria de Medicamentos e Suplementos.

Escrever comentário sobre Aspirina - Indicações, uso e efeitos

O que lhe pareceu o artigo?

Aspirina - Indicações, uso e efeitos
Imagem: elcuerpo.es
Aspirina - Indicações, uso e efeitos

Voltar ao topo da página