Partilhar

Coceira nos olhos, o que pode ser? - Causas e tratamento

Por Nathália Oliveira. 27 março 2018
Coceira nos olhos, o que pode ser? - Causas e tratamento

A coceira nos olhos, apesar de incômoda, costuma ser bastante comum. Ela geralmente aparece acompanhada de uma possível vermelhidão, inchaço e lacrimejamento. Para quem já sofre de problemas de alergia, a coceira nos olhos é uma velha conhecida - e piora ainda mais na época da primavera. No entanto, a coceira nos olhos também pode indicar que algo mais sério está acontecendo e ameaçando a saúde dos olhos. Além disso, a coceira excessiva pode danificar a córnea, trazendo ainda mais complicações. Continue lendo nosso artigo em umCOMO e descubra: coceira nos olhos, o que pode ser?

Também lhe pode interessar: Remédios caseiros para a coceira nos olhos

Por que coçamos os olhos?

A coceira nos olhos pode vir a ser prejudicial à saúde, sendo de extrema importância tratar a enfermidade direto na causa. A coceira não é uma doença específica, e sim um sintoma. Pode indicar não somente uma doença, mas também algo de errado no ambiente em que você está inserindo e que pode fazer sua alergia atacar.

Outra possível causa da coceira nos olhos pode vir de maus hábitos visuais. Muito cansaço, estresse ou esforço visual durante o dia pode irritar a visão. Isso pode ser causado, por exemplo, por olhar para a tela do computador por muito tempo. Por isso, costumamos ficar com os olhos coçando e lacrimejando. Essa sensação pode ser em um olho, nos dois ou até mesmo no canto interno do olho.

A coceira nos olhos pode indicar, ainda, alergia à maquiagem ou à algum medicamento, além de mal uso das lentes de contato. Usar lentes mal higienizadas, nadar com as lentes de contato ou dormir sem tirar as lentes pode causar coceira, ardência e vermelhidão no olho, o que pode vir a ser uma infecção.

A coceira nos olhos, apesar de comum, não deve ser ignorada. Ela pode indicar alguma doença mais séria, ou até mesmo provocar alguma enfermidade que você não tinha antes - principalmente se for frequente. Por isso, reforçamos a importância de estar sempre fazendo acompanhamento médico e tomar os medicamentos que sejam necessários.

Conjuntivite

Uma das possíveis causas da coceira nos olhos é a conjuntivite.

A conjuntivite se caracteriza pela inflamação da conjuntiva, uma membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular (popularmente conhecido como o branco dos olhos). Ela costuma atacar os dois olhos e costuma perdurar por cerca de quinze dias, sem deixar sequelas.

Entre os sintomas da conjuntivite estão dores nos olhos, coceira no canto interno do olho, vermelhidão e coceira nas pálpebras dos olhos, irritação, olhos lacrimejantes ou muito secos. Outros pacientes relatam olhos coçando, ardendo e remelando.

A conjuntivite pode ser dividida em três tipos:

Alérgica

Decorrente da alergia - principalmente de ácaro ou pólen. O olho pode ficar vermelho, coçando e lacrimejando, mas esse tipo de conjuntivite não é contagiosa.

A conjuntivite alérgica pode, ainda, ser dividida em quatro subtipos menores:

  • Sazonal: manifesta-se de acordo com a rinite ou a asma
  • Ceratoconjuntivite atópica: relacionada à dermatite atópica
  • Conjuntivite primaveril: comum na época da primavera, causada pelo excesso de pólen no ar
  • Conjuntivite papilar gigante: geralmente associada ao uso de lentes de contato.

Infecciosa

É o tipo de conjuntivite mais comum. É contagiosa, ou seja, sua transmissão ocorre pelo ar ou pelo contato com o olho infeccionado. Apresenta vermelhidão, lacrimejamento, sensação de areia nos olhos e secreção (remela) amarela ou clara.

Pode ser dividida em três subtipos:

  • Conjuntivite viral: provocada por adenovírus, é o tipo mais comum de conjuntivite infecciosa. Esse tipo de conjuntivite em específico não se transmite pelo ar, e sim pelo contato com secreções oculares do paciente infectado, e também pela tosse ou espirro.
  • Conjuntivite bacteriana: não é tão comum quanto a viral, mas pode ser mais perigosa. É transmitida através do contato direto com a bactéria - ou seja, só se pega caso entre em contato com as secreções oculares do paciente infectado, como, por exemplo, compartilhando a mesma toalha de rosto.
  • Conjuntivite fúngica: a mais rara de todas as conjuntivites infecciosas. Ocorre quando o paciente machuca a visão com madeira. É muito difícil de tratar, podendo trazer sérias complicações para a saúde dos olhos.

Tóxica

A conjuntivite tóxica ocorre quando os olhos do paciente entram em contato com alguma substância química (shampoo, produtos de limpeza, inseticidas, cloro de piscinas, por exemplo). Também é um tipo raro de conjuntivite que, se não tratado, pode trazer complicações para a visão.

Ao menor sinal de conjuntivite, é importante procurar um médico oftalmologista, que irá dizer com qual conjuntivite você foi acometido e receitará o remédio adequado para um tratamento eficaz.

Saiba mais: Como curar a conjuntivite

Hordéolo ou terçol

O hordéolo, popularmente conhecido como terçol, ocorre quando há acúmulo de pus na pálpebra - por isso a região fica avermelhada e dolorosa. É uma inflamação das glândulas que produzem secreção gordurosa ao redor dos olhos.

O terçol pode aparecer não só pela inflamação dessas glândulas, mas também por infecções de bactérias que vivem na pele. Felizmente, ele não é contagioso, podendo ser tratado em casa com higiene correta e compressa morna.

Os principais sintomas do terçol incluem:

  • Sensibilidade e dor na pálpebra;
  • Surgimento de uma pequena área avantajada, vermelha e dolorida (pus);
  • Lacrimejamento dos olhos;
  • Fotofobia;
  • Aumento da temperatura na região;

O terçol, por sua vez, não costuma precisar de medicação, podendo ter seu tratamento feito em casa. Limpe regularmente a região dos olhos de forma que evite o acúmulo de secreção, aplique compressas mornas no olho durante dez minutos, de três a quatro vezes ao dia e evite o uso de maquiagens e lentes de contato até o hordéolo sumir por completo. O terçol não costuma passar de uma semana.

Outras causas para coceira nos olhos: blefarite e herpes ocular

Blefarite

A blefarite é caracterizada pela inflamação da parte externa das pálpebras. Os primeiros sintomas incluem vermelhidão, sensação de ardência nos olhos, produção excessiva de lágrimas e de secreções. Costuma ser causada por ácaros, mas também pode ser causada por bactérias ou ter relação com alguma doença dermatológica, como a rosácea ou a seborreia, por exemplo.

Outros sintomas da blefarite incluem visão turva, sensação de "olhos grudados" ao acordar, fotofobia, descamação das pálpebras e crescimento excessivo dos cílios (e queda dos mesmos).

Herpes ocular

Causado pelo vírus da herpes simples, os sintomas da herpes ocular se assemelham aos da conjuntivite. A princípio, inclui ardência, coceira, fotofobia, dor no olho, inchaço da pálpebra, lacrimejamento e sensação de areia nos olhos.

A doença se inicia manifestando-se em apenas um olho, e os sintomas podem se estender para a pálpebra em forma de pequenas bolhas que secam e formam crostas em cerca de quinze dias. Quando atinge a córnea, forma feridas na mesma. Se a doença não for tratada a tempo, pode causar perda progressiva da visão.

O ideal, como sempre, é procurar acompanhamento médico o mais rápido possível para iniciar logo o diagnóstico e o tratamento. Você pode ajudar na eficácia do tratamento evitando usar colírios por conta própria, ficando longe de ambientes empoeirados, suspendendo o uso de lentes de contato e maquiagem e, claro, evitando coçar o olho, principalmente se não estiver com as mãos limpas.

Veja mais em: Remédios caseiros que ajudam no alívio da coceira nos olhos

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Coceira nos olhos, o que pode ser? - Causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Coceira nos olhos, o que pode ser? - Causas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
adonias p. chaves filho
meus olhos ficam irritados durante a tarde e noite, ficam vermelhos e coçam muito até ficar inchados, o q posso fazer.

Coceira nos olhos, o que pode ser? - Causas e tratamento
Coceira nos olhos, o que pode ser? - Causas e tratamento

Voltar ao topo da página