Partilhar

Contraindicações da tília na gravidez

 
Por Redação umCOMO. Atualizado: 20 janeiro 2017
Contraindicações da tília na gravidez

A gravidez é uma etapa caracterizada pelas mudanças hormonais, gestamos vida no nosso interior e por isso é necessário cuidar ao máximo da nossa saúde para garantir o bem-estar do bebê e também o nosso. Por este motivo é que durante a gravidez há um importante número de alimentos que não é conveniente consumir pois podem afetar a formação do feto, dar lugar ao desenvolvimento de doenças complicadas de tratar durante esta etapa e que afetam a saúde do bebê ou inclusive produzir abortos, originando contrações prematuras.

Devemos ser cuidadosas com tudo, inclusive com as bebidas mais inofensivas. Existem algumas infusões seguras de consumir na gravidez, mas será a tília uma delas? Neste artigo de umComo explicamos para você as contraindicações da tília na gravidez para que possa conhecê-las.

Também lhe pode interessar: Exercícios de Kegel na gravidez

Por que deve ter cuidado com as infusões na gravidez

A maioria das pessoas costuma achar que as infusões são inofensivas. À exceção das bebidas com proteína ou cafeína como o chá preto, vermelho, verde ou branco, que não são apropriadas para quem sofre de condições gastrointestinais, enxaquecas, problemas nervosos ou cardíacos, as bebidas sem teína costumam ser consumidas de uma forma mais livre e relaxada, sem nos preocuparmos com as contraindicações.

Mas, ainda que as ignoremos, as contraindicações estão ali, não podemos nos esquecer que estas infusões se preparam com plantas que são formadas por diversas substâncias, algumas delas podem ter diferentes efeitos no corpo da grávida, outras ainda não foram testadas em mulheres gestantes e, portanto, se desconhece seu efeito sobre o feto, razão suficiente para evitar consumi-las.

Um exemplo claro são aquelas infusões que se recomenda expressamente não consumir durante a gravidez devido aos seus efeitos secundários, algumas delas são:

  • Boldo: esta planta tem um efeito abortivo, por isso deve ser evitada a todo o custo.
  • Sálvia: pode originar contrações uterinas e provocar um parto prematuro.
  • Alcaçuz: também se considera abortiva e poderia afetar a continuidade da gravidez.
  • Poejo ou hortelãzinho: está na lista proibida durante a gestação, já que estudos indicam que poderia produzir anomalias no feto.
  • A camomila, ainda que não esteja absolutamente contraindicada, deve ser consumida com extrema moderação já que ao ser um relaxante muscular se especula a respeito do seu possível efeito abortivo. Recomenda-se evitá-la no primeiro trimestre e, passada esta etapa, tomá-la apenas quando tiver uma grande indigestão ou mal-estar estomacal, sem beber mais de uma xícara por dia.
Contraindicações da tília na gravidez - Por que deve ter cuidado com as infusões na gravidez

Posso tomar tília na gravidez?

No que diz respeito às contraindicações da tília na gravidez e a possibilidade de ingeri-la, é importante que saiba que a interação desta planta na gravidez não foi estudada de maneira profunda e, portanto, não se recomenda a sua ingestão.

A tília é uma infusão utilizada para reduzir o nervosismo e tratar a insônia de uma forma natural, seu efeito sedativo pode aumentar a sonolência e interagir com certos medicamentos como os anticoagulantes. Adicionalmente esta infusão pode causar uma redução na pressão arterial, desconhece-se até que ponto estes efeitos podem afetar a mãe ou a saúde do feto, por isso sua ingestão habitual está desaconselhada.

Só deverá tomar tília se seu médico expressamente a recomendar, indicando também em que situações e doses deve ingerir.

Uma opção segura para acalmar e ajudar a dormir

A tília é popularmente utilizada para diminuir o nervosismo e ajudar a favorecer o sono, mas ao não ter claros os seus efeitos sobre o feto, o mais indicado é evitar e optar por uma alternativa mais segura, como é o caso da infusão de flor de laranjeira. Esta planta é ideal para relaxar o organismo e fomentar um bom descanso, especialmente após o segundo trimestre quando o volume da barriga e o desconforto próprios da gestação começam a causar dificuldades para dormir.

A recomendação é apenas tomar uma xícara 30 minutos antes de ir dormir e depois se preparar para o descanso sem receber estímulos como o celular ou a TV. Ainda que esta infusão seja considerada segura na gravidez, lembre-se que é sempre importante consultar seu ginecologista antes de ingeri-la.

Contraindicações da tília na gravidez - Uma opção segura para acalmar e ajudar a dormir

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Contraindicações da tília na gravidez, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Contraindicações da tília na gravidez
1 de 3
Contraindicações da tília na gravidez

Voltar ao topo da página