Partilhar

Quais são os sintomas da desidratação

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Quais são os sintomas da desidratação

A desidratação é uma condição que ocorre quando o corpo perde mais quantidade de líquido do que ingeriu e, em consequência, não pode desempenhar suas funções normais de forma correta. O risco de se desidratar aumenta exponencialmente no verão devido às altas temperaturas, mas também quando se sua excessivamente ao realizar exercício físico, por isso convém ficar alerta e se manter sempre bem hidratado mediante o consumo suficiente de água e líquidos saudáveis. Preste atenção no seguinte artigo do umComo e saiba quais são os sintomas da desidratação, bem como quando deve ir ao médico para tratá-la.

Também lhe pode interessar: Como evitar a desidratação
Passos a seguir:
1

A desidratação, como explicamos, se produz quando há uma excessiva perda de líquidos do corpo, o que dificulta ou impede que o organismo realize suas funções vitais de maneira adequada. São vários os fatores que podem causar esta perda de líquidos desmesurada e entre os mais comuns encontramos a sudorese excessiva, vômitos, diarreia, aumento da micção (poliúria) e a febre.

2

É importante saber que, em função da quantidade de líquido corporal perdida, a desidratação pode ser leve ou grave, e esta última deve ser tratada com urgência por um médico pois, caso contrário, poderá chegar a causar inclusive a morte do paciente, danos cerebrais significativos e/ou convulsões. A seguir, detalhamos a você tanto os sintomas da desidratação leve ou moderada como os da desidratação severa para que saiba diferenciar e atuar em consequência.

3

Considera-se que a desidratação é leve ou moderada quando a perda de líquidos supõe uma perda entre 5 e 10% do peso corporal do paciente; e seus sintomas são os seguintes:

  • Sensação de sede.
  • Boca seca e falta de umidade nos lábios.
  • Fadiga, cansaço, enjoos e aturdimento.
  • Secura na pele.
  • Não urinar muito e urina de cor escura, com cheiro mais forte e intenso.
  • Cãibras musculares.
4

Quando a quantidade de líquidos perdidos supõe uma perda de mais de 10% do peso corporal, considera-se que a desidratação é grave; e neste caso pode causar sinais como:

  • Sensação de sede extrema.
  • Boca, pele e mucosas muito secas.
  • Irritabilidade extrema ou confusão.
  • Enjoos ou desvanecimento.
  • Falta de micção ou urina muito escura, de cor âmbar.
  • Olhos afundados.
  • Taquicardia.
  • Respiração rápida e acelerada.
  • Febre.
  • Inconsciência ou delírio nos casos mais graves.
5

A desidratação requer um tratamento imediato; quando é leve será necessário que o paciente se hidrate bebendo água ou as soluções de hidratação oral disponíveis em farmácias para casos, sobretudo, de diarreia e vômitos. Além disso, também é necessário amenizar a perda de líquidos mediante o consumo de alimentos com um alto conteúdo de água, como as verduras e as frutas.

Agora, se o paciente perde a consciência, apresenta febre muito alta, sofreu uma insolação, não pode reter líquidos, tem uma diarreia severa e qualquer dos sintomas de desidratação grave anteriormente mencionados, requererá com urgência a intervenção de um médico ou profissional da emergência.

6

A fim de prevenir a desidratação e suas possíveis complicações, recomendamos a você ler o artigo Como evitar a desidratação e levar a cabo todos os conselhos que indicam.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais são os sintomas da desidratação, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Quais são os sintomas da desidratação

O que lhe pareceu o artigo?

Quais são os sintomas da desidratação
Quais são os sintomas da desidratação

Voltar ao topo da página