Partilhar

Andiroba: benefícios e como usar

Por Julia Latorre, Editora. 27 fevereiro 2017
Andiroba: benefícios e como usar

A andiroba é uma árvore de até 40 metros nativa da Amazônia que também pode ser encontrada em outras regiões do Brasil. Seu nome científico é Carapa guianensis, mas ela é popularmente conhecida como mogno-brasileiro. Sua madeira é muito usada para a fabricação de móveis, mas, hoje vamos falar das propriedades úteis e medicinais de todas as partes da planta. Para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto, o umCOMO foi atrás de informações para abordar o tema andiroba: benefícios e como usar.

Quais são os benefícios da andiroba

Os pioneiros a se beneficiarem dos recursos da andiroba foram os índios da Amazônia. Sabe-se de algumas tribos que que usavam a andiroba para tratar doenças e complicações. Com a exploração da planta, caboclos de floresta descobriram a função do óleo de andiroba como repelente e a partir daí foi se descobrindo todas as possibilidades de aproveitar a planta e se beneficiar de seus artifícios.

De acordo com pesquisas, a andiroba é rica em nutrientes e ácidos graxos. Sendo que um dos ácidos é o o ácido linoleico, que têm se mostrado eficaz na redução de pressão arterial e níveis de colesterol. Dentre as sustâncias que compõe a planta também foi identificada a presença de nutrientes com propriedades antiparasitárias e limonoides, que têm propriedades anti-inflamatórias. Além disso, estudos analisam a hipóteses de os limonoides também terem propriedades contra a formação de tumores.

A partir de estudos e do conhecimento indígena, já se pode afirmar que a andiroba tem os seguintes benefícios:

  • Repelente de insetos
  • Reduzir a inflamações
  • Cicatrizar feridas
  • Matar bactérias de pele
  • Relaxamento muscular
  • Matar e expulsar parasitas e vermes
  • Baixar febre
  • Diminuir dor

Como usar óleo de andiroba

O óleo de Andiroba é extraído de maneira sustentável a partir das sementes do seu fruto e é o uso mais popular da planta. Além de ser usado puro, o óleo também pode ser usado na composição produtos cosméticos como shampoos e sabonetes que prometem pele macia e cabelo mais brilhante e sedoso.

Para se beneficiar das propriedades do óleo de andiroba relacionadas às questões de pele ou musculares, recomenda-se aplicar sobre as regiões desejadas da pele várias vezes ao dia. Para usar como relaxante muscular, o ideal é que seja usado como um óleo de massagem. Massageie a região afetada com o óleo. Na função de repelente, é preciso espalhar o óleo sobre as partes do corpo que estarão expostas.

O óleo de andiroba também pode ser consumido em cápsulas já encontradas em algumas farmácias para prevenção de câncer.

Andiroba: benefícios e como usar - Como usar óleo de andiroba

Como usar chá de andiroba

Pode-se fazer chá de andiroba a partir das folhas da árvore, que são grandes e têm uma textura específica. Recomenda-se tomar o chá até duas vezes por dia para prevenir e tratar febre e vermes do intestino. Também pode-se fazer uso tópico do chá no tratamento de úlceras e parasitas.

  1. Para fazer a infusão de andiroba, basta preparar uma xícara com uma colher (sopa) de folhas da andiroba;
  2. Completar com água fervente;
  3. Deixar repousar por 15 minutos;
  4. Coar (opcional) e tomar ou usar sobre a pele;

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Andiroba: benefícios e como usar, recomendamos que entre na nossa categoria de Vida Saudável.

Conselhos
  • Não substitua medicamentos convencionais por andiroba sem conversar com o seu médico antes

Escrever comentário sobre Andiroba: benefícios e como usar

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Marcelo Iliescu
Quero receber publicações novas no meu email.

Andiroba: benefícios e como usar
1 de 2
Andiroba: benefícios e como usar

Voltar ao topo da página