Partilhar
Partilhar em:

Propriedades da melatonina e contraindicações

1 vez partilhado
 
Propriedades da melatonina e contraindicações

A melatonina é um hormônio produzido no cérebro pela glândula pineal e tem um papel vital na regulação do nosso ciclo biológico: é a responsável pelo nosso padrão de sono e vigília, mais conhecido como ciclo circadiano, aumenta a nossa imunidade perante as infecções e protege as células da ação dos radicais livres, atuando como antioxidante.

Atualmente, o mercado farmacêutico oferece suplementos que contêm este hormônio e são geralmente utilizados para combater problemas de sono. Por isto, neste artigo de umComo vamos explicar para você as propriedades da melatonina e suas contraindicações para assegurar um consumo adequado e para não colocar em risco sua saúde.

Também lhe pode interessar: Contraindicações da spirulina

Fatores que influenciam na produção da melatonina

Embora seja no cérebro onde ocorre a maior porcentagem de produção e síntese da melatonina, outras partes do corpo como a retina e os intestinos geram esta substância química, conhecida também como "hormônio da escuridão". Recebe este nome porque os níveis de melatonina no corpo aumentam com a falta de luz, induzindo o sono, enquanto se inibem durante o dia, um processo possível porque a retina envia sinais à glândula pineal sobre as mudanças nos padrões de iluminação no ambiente.

Além da luz, a produção de melatonina é influenciada pela idade: começa a gerar-se em poucos meses do nascimento e chega ao seu ponto auge na pré-adolescência. A partir daí, inicia um descida lenta que chega aos seus níveis mais baixos na velhice, etapa na qual podemos chegar a ter apenas 10% da que tínhamos na nossa infância. Outras causas, como o estresse, a temperatura externa ou a falta de ácido fólico podem incidir na produção deste hormônio. Por isso, conhecer as propriedades da melatonina e suas contraindicações é fundamental para tomar a decisão mais adequada no momento de decidir fazer uso de suplementos de melatonina.

A melatonina contra a insônia e a dor de cabeça

Os suplementos de melatonina são comumente utilizados para tratar a insônia, já que em doses adequadas podem ajudar a recuperar o ritmo sono-vigília, isto é, os suplementos de melatonina são indicados para restaurar o ciclo do sono. O mesmo efeito é aproveitado em casos de alterações do sono produzidas por mudanças de turnos de trabalho (um fenômeno recorrente em empregados de hospitais, pessoal de segurança, aeroportuários ou de transporte de carga).

Além disso, os pacientes com depressão ou esquizofrenia podem relatar melhoria em seus ciclos de descanso ao fazer uso destes suplementos. A melatonina também pode ser utilizada como tratamento preventivo para alguns tipos de dores de cabeça, como cefaleia e enxaqueca, pois ajuda a conciliar o sono e a ter um melhor descanso.

Melatonina para combater o envelhecimento do organismo

Por seus efeitos antioxidantes, a melatonina é considerada uma aliada contra o efeito dos radicais livres, o envelhecimento e os transtornos da visão gerado pela diminuição de defesas antioxidantes no organismo. Também se utiliza para a prevenção do câncer, ainda que não haja estudos conclusivos que confirmem este último benefício.

Além disso, segundo sugerem estudos clínicos recentes, uma das propriedades da melatonina é que pode ter um papel fundamental no tratamento do Alzheimer, já que que este hormônio pode prevenir a morte neuronal ocasionada por proteínas tóxicas que se geram em pacientes com este transtorno, além de inibir a acumulação destas proteínas neurotóxicas.

A melatonina protege a vesícula biliar e reduz os cálculos

Outra das propriedades da melatonina é que ajuda a proteger a vesícula biliar, regulando o colesterol que tiver nela e ajudando a deslocar os cálculos que se tenham formado neste órgão. As causas da inflamação da vesícula biliar podem ser diversas, por exemplo, a cólica biliar ou dor na lateral direita do abdômen pode indicar uma inflamação deste órgão e pode ser devido à presença de cálculos ou pedras biliares. Assegurando-nos de ter bons níveis de melatonina, ajudaremos a conservar em bom estado a nossa vesícula biliar.

Contraindicações da melatonina

  • A dose recomendada de suplementos de melatonina é de 0,3 até 5 mg, entre meia hora e uma hora antes de dormir. Seu consumo está contraindicado a pacientes que apresentem problemas de coagulação sanguínea e que ingiram medicamentos para fluidificar o sangue. Também não se sugere no caso de ter problemas do coração, dado que a melatonina poderia alterar o ritmo cardíaco.
  • Se tem problemas com a tensão arterial ou se está tomando algum medicamento para controlá-la, tem que consultar o médico sobre a combinação com a melatonina, já que poderia gerar hipotensão.
  • Os pacientes com diabetes tipo 1 não deveriam consumir suplementos de melatonina, a não ser que seja sugerido e supervisionado por um médico especialista, já que este hormônio poderia interferir no processo da absorção da glicose.
  • Quem sofre de colesterol alto não deveria ingerir suplementos com melatonina, já que costuma a aumentar o colesterol.
  • As mulheres grávidas ou amamentando não deveriam tomar melatonina, já que não há investigações conclusivas a respeito dos seus efeitos no feto ou no recém-nascido através do leite materno. No caso de crianças e adolescentes, o consumo do hormônio pode alterar outros processos essenciais para seu desenvolvimento.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Propriedades da melatonina e contraindicações, recomendamos que entre na nossa categoria de Medicamentos e Suplementos.

Conselhos
  • Ainda que seja possível encontrar suplementos com melatonina no mercado e sua venda não precisa de prescrição, o ideal é que seja um médico quem determine se é necessário seu consumo e possa orientar a respeito das propriedades da melatonina e suas contraindicações em cada caso.
  • Uma dose excessiva, um tratamento prolongado ou a combinação com outros medicamentos podem ocasionar efeitos colaterais indesejados. No pior dos casos se podem agravar os sintomas iniciais que induziram seu consumo. Por este motivo é vital que um médico supervisione o tratamento.
  • Uma dose excessiva, um tratamento prolongado ou a combinação com outros medicamentos podem ocasionar efeitos colaterais indesejados. No pior dos casos se podem agravar os sintomas iniciais que induziram seu consumo. Por este motivo é vital que um médico supervisione o tratamento.
Comentários (0)

Escrever comentário sobre Propriedades da melatonina e contraindicações

O que lhe pareceu o artigo?

Descubra vídeos interessantes
Carnaval
Maquiagem
Tratamentos de Pele
Aulas de Zumba
Propriedades da melatonina e contraindicações
1 de 5
Propriedades da melatonina e contraindicações