menu
Partilhar

Quais os riscos de gravidez após os 40 anos

 
Por Paula Cassandra. Atualizado: 12 abril 2021
Quais os riscos de gravidez após os 40 anos

Tornou-se uma tendência as mulheres engravidarem cada vez mais tarde, quando costumam se sentir mais seguras para aumentar a família, uma vez que estão com maior estabilidade financeira e emocional. Por outro lado, nem sempre esperar demais é o melhor a fazer, pois conforme a sua idade pode se tornar uma gestação de risco. Para saber quais os riscos de gravidez após os 40 anos confira as informações que o umComo.com.br reuniu sobre o assunto.

Também lhe pode interessar: Quais são os sintomas da gravidez
Passos a seguir:
1

Embora seja possível as mulheres iniciarem uma gestação segura depois dos 35 anos, é mais difícil de evitar os imprevistos a que estão sujeitas. Isso porque existem riscos de gravidez após os 40 anos, tanto para a mulher quanto para o bebê. Para a futura mamãe, são maiores as chances de ter complicações durante os próximos nove meses, como diabetes gestacional, eclampsia (pressão alta típica da gravidez) e até mesmo sofrer um aborto, sendo que se estima que 25% das gestações com idade avançada da mulher terminam assim.

Quais os riscos de gravidez após os 40 anos - Passo 1
2

Com o avanço da idade gestacional também cresce o risco de distócia funcional, ou seja, quando o trabalho de parto demora mais que o normal para ser finalizado. Existe ainda a possibilidade de haver problemas com a placenta em uma gestação tardia. Quanto aos ricos a que o feto está mais sujeito em uma gravidez em que a mulher tem 40 ou mais anos é possível citar o aumento das chances dele nascer antes das 38 semanas de gestação, ou seja, nascer de forma prematura ou com baixo peso. Isso ocorre com 15% de mais chances, inclusive, por causa de complicações como a diabetes e a hipertensão.

3

Além disso, o bebê corre um risco maior de desenvolver algum tipo de deficiência, como é o caso da síndrome de Down. O mesmo acontece com os demais problemas genéticos, que podem acometer o feto. Crianças de mães acima dos 40 anos também estão mais propensas a desenvolver diabetes tipo 1 ou sofrer de hipertensão quando maiores. Por outro lado, é possível se valer dos avanços da medicina, que já permitem diagnosticar todos esses quadros de modo mais precoce, o que torna possível tomar as providências necessárias para evitar essas complicações.

4

Além do fato de haver riscos para a mãe e para o bebê durante e após a gravidez em idade avançada, de forma geral, as mulheres possuem maior dificuldade de iniciarem uma gestação após os 40 anos. O principal motivo é que à medida que a mulher envelhece diminuem as suas chances de concepção, em decorrência da qualidade dos seus óvulos, que vai reduzindo gradativamente. Não se pode esquecer que o mesmo ocorre com os homens. Mesmo que eles possam engravidar uma mulher até o momento de falecerem, pois por toda a sua vida produzem espermatozoides, os mesmos também perdem qualidade com o passar dos anos.

5

De qualquer forma, recomenda-se às mulheres que desejam se tornar mães após os 40 anos que façam um check-up antes de iniciar as tentativas de engravidar. Outra dica é fazer um exame de sangue que verifica a sua taxa de fertilidade, a fim de saber se os seus óvulos ainda estão aptos a respondem aos hormônios que induzem a ovulação e, por consequência, aumentam as chances de fertilização. A mulher pode ainda tomar ácido fólico antes mesmo de engravidar, fazer uma atividade física de modo regular, ter uma alimentação saudável e equilibrada, prevenir a ansiedade e o estresse, bem como ter relações sexuais, preferencialmente, no período fértil. Tudo isso colabora para que cresçam as suas chances de engravidar.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais os riscos de gravidez após os 40 anos, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Quais os riscos de gravidez após os 40 anos
1 de 2
Quais os riscos de gravidez após os 40 anos

Voltar ao topo da página